Papo Seguro: Alimentação e Nutrição na infância - Entrevista 04

Papo Seguro: Alimentação e Nutrição na infância - Entrevista 04

A alimentação, principalmente no 1º ano de vida, é fator determinante na saúde da criança. Por isso, é importante
conhecimento correto e atualizado acerca do assunto. As fases iniciais do desenvolvimento humano são influenciadas por fatores nutricionais e metabólicos levando a efeitos de longo prazo na programação metabólica da saúde na vida adulta.  O Ministério da Saúde/Organização Pan-Americana da Saúde adota 10 passos para Alimentação saudável:

1. Dar somente leite materno até os seis meses de idade, sem oferecer água, chás ou quaisquer outros alimentos.
2. A partir de seis meses, introduzir de forma lenta e gradual outros alimentos, mantendo o leite materno até os dois
anos de idade ou mais.
3. Após os seis meses, oferecer alimentação complementar(cereais, tubérculos, carnes, leguminosas, frutas e
legumes), três vezes ao dia, se a criança receber leitematerno, e cinco vezes ao dia, se estiver desmamada.
4. A alimentação complementar deverá ser oferecida sem rigidez de horários, respeitando-se sempre a vontade da
criança.
5. A alimentação complementar deve ser espessa desde o início e oferecida com colher; começar com consistência
pastosa (papas, purês) e, gradativamente, aumentar a consistência até chegar à alimentação da família.
6. Oferecer à criança diferentes alimentos ao dia. Uma alimentação variada é, também, uma alimentaçãocolorida.
7. Estimular o consumo diário de frutas, verduras e legumes nas refeições.
8. Evitar açúcar, café, enlatados, frituras, refrigerantes, balas ,salgadinhos e outras guloseimas nos primeiros anos devida. Usar sal com moderação.
9. Cuidar da higiene no preparo e manuseio dos alimentos; garantir o seu armazenamento e conservação adequados.
10. Estimular a criança doente e convalescente a se alimentar, oferecendo a sua alimentação habitual e seus alimentos preferidos, respeitando a sua aceitação.

Manter a rotina pré-quarentena com horários definidos para refeições, sono e outras atividades está entre as recomendações mais importantes dos especialistas para frear o risco de obesidade infantil após meses de isolamento social por causa da pandemia do novo coronavírus.

Segundo a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2008/2009 (IBGE e MS), a frequência do excesso de pesopraticamente triplicou nos últimos 20 anos em crianças entre5 e 9 anos de idade e adolescentes no Brasil.A alimentação inadequada na infância e na adolescência, além do estado nutricional, pode comprometer
a saúde ao longo da vida e levar ao risco de doenças crônicas como hipertensão, doença arterial coronariana, dislipidemias ,obesidade, diabetes e osteoporose .O risco e a evolução dessas doenças podem sermodificados por mudanças de estilo de vida e adoção de hábitos alimentares mais saudáveis. Se a intervenção for precoce, mais fácil será a reversão do quadro e menores as consequências futuras.

Para ajudar você a colocar na prática uma nutrição mais adequada sobretudo para as crianças, segue a indicação de 3 subsídios elaborados pelo Ministério da Saúde e pela Associação Brasileira de Nutrição – ASBRAN

Mantendo a parceria de cooperação técnica entre  a Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia, o Programa Excelsior Saúde , apresentou mais uma edição ao vivo do Quadro: Papo Seguro: diálogos sobre alimentação e nutrição em tempos de pandemia. Uma forma de interação de maneira mais próxima e imediata com a população em geral, buscando fornecer informações seguras e orientações nutricionais em tempos  do Novo Coronavírus. Professores da Escola de Nutrição da UFBA contribuem semanalmente com conteúdos inéditos, apresentando  temas sobre alimentação e nutrição durante a pandemia da Covid-19.

Nesta segunda-feira (26.10) última do mês de outubro dedicado às crianças, o Papo Seguro,  falou sobre: Alimentação e Nutrição na Infância.

Patricia Tosta, conversou com a Dra. Sandra Valois,  Nutricionista Especialistas em Nutrição Infantil pelo Miami Children’s Hospital, Miami, Flórida, EUA,

Mestre e doutora em medicina e saúde pela Faculdade de medicina – UFBA.Pós doutorado com ênfase em alergia alimentar pelo King’s College London da ENUFBa.

 

Ouça a entrevista na íntegra:

Por: Dra Sandra Valois

Nutricionista

Professora da Escola de Nutrição da UFBA

Mestre e doutora em medicina e saúde pela Faculdade de medicina/UFBA

Nutricionista Especialistas em Nutrição Infantil pelo Miami Children’s Hospital- EUA.

 

O Quadro “Papo seguro” é  exibido toda segunda-feira no Programa Excelsior Saúde, das 9 às 10h, com transmissão pelas Rádios Excelsior AM 840 e Saúde no ar (web).  O programa pode ser ouvido também pelo site: https://redeexcelsior.com.br ou pelo aplicativo Rádio Saúde no Ar. A participação do ouvinte acontece pelo whats app (71) 9-9681-3998.

A coluna referente ao tema é atualizada também aqui no Portal semanalmente, com publicações inéditas a cada segunda-feira.

Confira  as edições anteriores:

“Papo Seguro” –PODCAST 1 – Alimentos saudáveis, nutritivos e de baixo custo 

“Papo Seguro” -PODCAST 2 – Valorizando o comércio local

“Papo Seguro” -PODCAST 3 – Aproveitamento integral dos alimentos

“Papo Seguro” –PODCAST 4 – Alimentos e imunidade

“Papo Seguro” –PODCAST 5 – Entrega em domicílio

“Papo Seguro” –PODCAST 6  – Amamentação e Covid-19  

“Papo Seguro” –PODCAST 7  –  Aproveitamento integral dos alimentos – Parte II 

“Papo Seguro” –PODCAST  8 –  Alimentação escolar em tempos de pandemia

“Papo Seguro” –PODCAST  9  –  Segurança alimentar 

“Papo Seguro” –PODCAST  10  – Guia Alimentar da População Brasileira

“Papo Seguro” –PODCAST  11  – Alimentação da Gestante na pandemia

“Papo Seguro” –PODCAST  12  – Cultura alimentar 

Entrevista 1 – Nutrição em tempos de pandemia

Entrevista 2 – Nutrição e imunidade 

Entrevista 3 – Aproveitamento integral dos alimentos 

Entrevista 4 – Alimentação e nutrição na infância 

Sobre a ENUFBA

A Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia (ENUFBA) foi criada em 28 de maio de 1956, sendo o primeiro curso de bacharelado em Nutrição da região nordeste do país e o quarto do Brasil. Em 2009, foi criado o bacharelado em Gastronomia. A ENUFBA mantém desde a sua criação a missão de formar profissionais tecnicamente qualificados, capazes de refletir criticamente sobre as necessidades da sociedade brasileira e atuar profissionalmente de modo orientado pela ética e compromisso social da profissão. A ENUFBa tem como destaque o desenvolvimento de atividades interdisciplinares integrando ensino, pesquisa e extensão.Professores da ENUFBa, estarão toda segunda no quadro “Papo seguro”, dialogando sobre alimentação e nutrição diante da Covid-19.

 

 

 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *