Papo Seguro: Por que e como reduzir o consumo de sal e açúcar?

Papo Seguro: Por que e como reduzir o consumo de sal e açúcar?

Mantendo a parceria de cooperação técnica entre  a Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia, Programa Excelsior Saúde e o Portal Saúde no ar, apresentamos mais uma edição do Quadro/Coluna: Papo Seguro: diálogos sobre alimentação e nutrição em tempos de pandemia. Uma forma de interação de maneira mais próxima e imediata com a população em geral, buscando fornecer informações seguras e orientações nutricionais em tempos  do Novo Coronavírus. Professores da Escola de Nutrição da UFBA contribuem semanalmente com conteúdos inéditos, apresentando  temas sobre alimentação e nutrição durante a pandemia da Covid-19.

Nesta décima quarta edição da série,  a nutricionista: Adriana Mello, fala sobre: Por que e como reduzir o consumo de sal e açúcar.

Confira !

Olá! Eu sou Adriana Mello, nutricionista e professora da Escola de Nutrição da Ufba.  Hoje nosso Papo Seguro será sobre o tema “Por que e como diminuir o consumo de sal e açúcar?” Como vocês sabem, o Papo Seguro é nossa conversa semanal sobre alimentação e nutrição em tempos de pandemia. Hoje vamos falar sobre o sal de cozinha e o açúcar, ingredientes que consumimos diariamente na alimentação. Esses dois ingredientes têm a finalidade de tornar as preparações e os produtos alimentícios mais saborosos. Por que, então, devemos consumir sal e açúcar em quantidades moderadas?

.

Os estudos mostram que o excesso desses ingredientes, quando consumidos diariamente ou vários dias por semana, pode causar obesidade, aumento da pressão arterial, diabetes, doenças do coração, cárie dental, dentre outros problemas de saúde. Já foi comprovado que a maioria da população brasileira consome, em média, o dobro da quantidade de sal recomendada. O sal de cozinha contém o mineral sódio e ele, quando em excesso, pode ser muito prejudicial à saúde. Alguns alimentos, principalmente os industrializados têm grande quantidade de sódio, como por exemplo molho de soja (shoyu), salsicha, azeitona e outros tipos de conservas, biscoitos salgados, salgadinhos de pacote, sopas de pacotinho, alguns queijos, temperos prontos, linguiça, catchup, e até o charque. Você sabia que em um cubinho de caldo de carne ou de legumes industrializado contém o total de sódio que deve ser consumido em um dia? Se somarmos essa quantidade com o sódio dos demais alimentos ingeridos ao longo do dia, o total ultrapassará a quantidade recomendada.

E quais são os alimentos que contêm quantidades elevadas de açúcar? Podemos citar refrigerantes, balas, doces, bolos, tortas, feitos com açúcar, biscoitos, principalmente recheados, sucos prontos de caixinha e geleias. Se ingerirmos apenas 100mL de suco pronto ou duas latinhas de refrigerante, já atingimos a recomendação de açúcar que deveríamos ingerir no dia. Além disso, temos também que contabilizar o açúcar que colocamos no café e em outras preparações. Você já analisou quantos quilos de açúcar você compra por mês?

Como podemos diminuir, então, a quantidade de sal e açúcar na nossa alimentação? Ao tentar reduzir o consumo de sal, o nosso paladar pode levar um tempo para acostuma-se ao sabor menos salgado. Nesse momento, é importante não desistir e continuar consumindo alimentos com menos sal. A primeira dica para tornar as preparações mais saborosas e saudáveis é utilizar algumas ervas e temperos naturais (alho, cebola, cheiro verde), ou até mesmo o limão, o gengibre e a pimenta. A segunda dica é usar o sal de ervas na elaboração das preparações no lugar do sal puro.

O sal de ervas pode ser preparado com 01 colher de sopa de sal, 01 colher de sopa de alecrim seco, 01 colher de sopa de manjericão seco, 01 colher de sopa de salsinha e 01 colher de sopa de orégano. È só juntar tudo, bater no liquidificador e armazenar em um frasco de vidro limpo e seco.  E para diminuir o consumo de açúcar, segue algumas dicas: Procure consumir sucos naturais em substituição aos sucos prontos e ao refrigerante, utilize algumas frutas desidratadas, como uva-passa, ameixa, banana passa, e também frutas da safra como a banana, laranja, maçã no preparo de bolos. Prepare a sua geleia caseira apenas com a polpa da fruta, leve ao fogo até soltar da panela, deixe esfriar e consuma no pão e em bolo como recheio. Experimente trocar o doce por frutas desidratadas e salada de frutas. E se for comer doce, faça doces caseiros de banana, compota de jaca, doce de abacaxi e caju, todos sem açúcar ou adoçantes.

É isso aí pessoal, sempre que possível, experimentem incluir alimentos mais naturais à sua alimentação e não deixem de nos acompanhar nesse canal. Um abraço e até o nosso próximo papo seguro.

Podcast desta semana:

Por:  Adriana  Mello

Colaboração: Nedja Santos, Jerusa Mota, Lílian Lessa, Valéria Camilo, Valterlinda Oliveira

Podcast 14: Por que e como reduzir o consumo de sal e açúcar?

 

 

Ouça:

O  Excelsior Saúde é exibido de segunda à sexta-feira, das 9 às 10h, com transmissão pelas Rádios Excelsior AM 840 e Saúde no ar (web). Acompanhe pelo site: https://redeexcelsior.com.br ou pelo aplicativo Rádio Saúde no Ar. Participação pelo telefone 3328-7666 e whats app (71) 9-9681-3998. Acompanhe também os conteúdos no portal: https://www.portalsaudenoar.com.br/.

Confira  as edições anteriores:

“Papo Seguro” –PODCAST 1 – Alimentos saudáveis, nutritivos e de baixo custo 

“Papo Seguro” -PODCAST 2 – Valorizando o comércio local

“Papo Seguro” -PODCAST 3 – Aproveitamento integral dos alimentos

“Papo Seguro” –PODCAST 4 – Alimentos e imunidade

“Papo Seguro” –PODCAST 5 – Entrega em domicílio

“Papo Seguro” –PODCAST 6  – Amamentação e Covid-19  

“Papo Seguro” –PODCAST 7  –  Aproveitamento integral dos alimentos – Parte II 

“Papo Seguro” –PODCAST  8 –  Alimentação escolar em tempos de pandemia

“Papo Seguro” –PODCAST  9  –  Segurança alimentar 

“Papo Seguro” –PODCAST  10  – Guia Alimentar da População Brasileira

“Papo Seguro” –PODCAST  11  – Alimentação da Gestante na pandemia

“Papo Seguro” –PODCAST  12  – Cultura alimentar 

“Papo Seguro” –PODCAST 13  – Ocorrência de agrotóxicos nos alimentos

“Papo Seguro”  PODCAST 14 – Uso do sal e açúcar

Entrevista 1 – Nutrição em tempos de pandemia

Entrevista 2 – Nutrição e imunidade 

Entrevista 3 – Aproveitamento integral dos alimentos 

Entrevista 4 – Alimentação e nutrição na infância 

Sobre a ENUFBA

A Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia (ENUFBA) foi criada em 28 de maio de 1956, sendo o primeiro curso de bacharelado em Nutrição da região nordeste do país e o quarto do Brasil. Em 2009, foi criado o bacharelado em Gastronomia. A ENUFBA mantém desde a sua criação a missão de formar profissionais tecnicamente qualificados, capazes de refletir criticamente sobre as necessidades da sociedade brasileira e atuar profissionalmente de modo orientado pela ética e compromisso social da profissão. A ENUFBa tem como destaque o desenvolvimento de atividades interdisciplinares integrando ensino, pesquisa e extensão.Professores da ENUFBa, estarão toda segunda no quadro “Papo seguro”, dialogando sobre alimentação e nutrição diante da Covid-19.

 

 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *