Papo Seguro - Meu filho parou de comer e agora?

Papo Seguro - Meu filho parou de comer e agora?

Numa parceria de cooperação técnica entre  a Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia, Programa Excelsior Saúde e o Portal Saúde no ar, apresentamos mais uma temporada do Quadro: Papo Seguro: diálogos sobre alimentação e nutrição em tempos de pandemia. Uma forma de interação de maneira mais próxima e imediata com a população em geral, buscando fornecer informações seguras e orientações nutricionais em tempos  do Novo Coronavírus.

Professores da Escola de Nutrição da UFBA contribuem semanalmente com conteúdos inéditos, apresentando  temas sobre alimentação e nutrição durante a pandemia da Covid-19 .

Nesta edição o tema escolhido é: Meu filho parou de comer e agora?

Confira?

Texto na íntegra e Podcast: 

Olá! Eu sou Emily Porto, estudante de nutrição na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia E eu sou Jerusa Santana, nutricionista e professora da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Está começando agora o Papo Seguro, a nossa conversa semanal sobre saúde, alimentação e nutrição em tempos de pandemia.

O nosso podcast de hoje vai falar sobre um assunto que é motivo de preocupação para os papais e mamães. “meu filho parou de comer alimentos de verdade (frutas, verduras, legumes, feijão), o que fazer?”  Então professora, o que você indicaria?

Antes de tudo, é importante saber que é normal a criança apresentar menos apetite próximo do segundo ano de vida, pois o ritmo de crescimento começa a diminuir, elas começam a prestar mais atenção no ambiente, se divertir com brincadeiras e deixar a alimentação em segundo plano. E daí começam a rejeitar alguns alimentos.  O segredo é ficar atento se é uma situação passageira ou está se repetindo. E se esta situação se repete com frequência aí é um problema né professora!!? Sim…, mas calma mamães e papais…tem solução! Tem sim Emily, a primeira delas é: paciência, respeite os sinais de saciedade do seu filho, não brigue, não force comer e evite misturar os alimentos que ele não gosta de comer com outros a fim de que ele coma este alimento sem perceber. Lembrando também de não oferecer recompensa como doces para convencer a criança a comer vegetais, por exemplo, isto leva a criança a ver o vegetal como uma coisa ruim que precisa passar por ela para conseguir algo bom.

A família precisa ter hábitos alimentares saudáveis para servir de exemplo para a criança. A criança nessa fase é uma esponja, ou seja, absorve tudo e repete o que é ensinado. Por isso, sente a mesa com seu filho, valorize alimentação em família incluindo os alimentos naturais e regionais. Também pode levar seu filho para ajudar no preparo das refeições, faça preparações saudáveis com ele. Deixe-o em contato com o alimento, este contato desperta o interesse e curiosidade, resgata a boa relação da criança com a alimentação. Uma outra maneira é mudar a forma de preparação do alimento que a criança rejeita. Se for um vegetal, por exemplo a beterraba, pode oferecer crua, cozida, refogada ou ainda em forma de purê. Pode decorar os pratos em formatos de brinquedos e bichinhos. Sua criança vai amar ver 1 ovo, rodelas de cenoura e duas unidades de cravos virarem um lindo boneco de neve.

Então é isso pessoal, viajem no mundo divertido das crianças e levem na bagagem muitos alimentos saudáveis, saborosos e bem coloridos. Converse sempre com seu filho sobre a importância dos alimentos para seu crescimento e desenvolvimento. Um abraço e até a nossa próxima conversa.

 

Podcast – Meu filho parou de comer e agora?

Por:  Jerusa Santana

Produção: Emily Porto e Jerusa Santana

Revisão: Adriana Mello, Nedja Santos, Lilian Lessa, Valéria Camilo, Valterlinda Oliveira

 

 

Ouça:

O  Excelsior Saúde é exibido de segunda à sexta-feira, das 9 às 10h, com transmissão pelas Rádios Excelsior AM 840 e Saúde no ar (web). Acompanhe pelo site: https://redeexcelsior.com.br ou pelo aplicativo Rádio Saúde no Ar. Participação pelo  whats app (71) 9-9681-3998.

Acompanhe também os conteúdos no portal: https://www.portalsaudenoar.com.br/.

Confira todas as edições anteriores acessando esse link: Edições Papo Seguro

Entrevistas do Papo seguro:

Entrevista 1 – Nutrição em tempos de pandemia

Entrevista 2 – Nutrição e imunidade 

Entrevista 3 – Aproveitamento integral dos alimentos 

Entrevista 4 – Alimentação e nutrição na infância 

Entrevista 5-  Preparos Saudáveis 

Entrevista 6- Comer consciente

Entrevista 7 – Alimentação e ansiedade

Entrevista 8 – Alimentos juninos

Sobre a ENUFBA

A Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia (ENUFBA) foi criada em 28 de maio de 1956, sendo o primeiro curso de bacharelado em Nutrição da região nordeste do país e o quarto do Brasil. Em 2009, foi criado o bacharelado em Gastronomia. A ENUFBA mantém desde a sua criação a missão de formar profissionais tecnicamente qualificados, capazes de refletir criticamente sobre as necessidades da sociedade brasileira e atuar profissionalmente de modo orientado pela ética e compromisso social da profissão. A ENUFBa tem como destaque o desenvolvimento de atividades interdisciplinares integrando ensino, pesquisa e extensão.Professores da ENUFBa, estarão toda segunda no quadro “Papo seguro”,

 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *