Papo Seguro-Preparações juninas

Papo Seguro-Preparações juninas

Numa parceria de cooperação técnica entre  a Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia, Programa Excelsior Saúde e o Portal Saúde no ar, apresentamos mais uma temporada do Quadro: Papo Seguro: diálogos sobre alimentação e nutrição em tempos de pandemia.

Uma forma de interação de maneira mais próxima e imediata com a população em geral, buscando fornecer informações seguras e orientações nutricionais em tempos  de pandemia.

Professores da Escola de Nutrição da UFBA contribuem semanalmente com conteúdos inéditos, apresentando  temas sobre alimentação e nutrição durante a pandemia da Covid-19.

Nesta Edição da terceira temporada, a professora,  Valéria Camilo – Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.  fala sobre:  -Preparações juninas

Confira

Olá! Eu sou Valéria Camilo, nutricionista e professora da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Está começando o Papo Seguro, a nossa conversa semanal sobre alimentação, nutrição e saúde. Nosso papo de hoje é sobre preparações juninas.

No mês de junho comemoramos os festejos juninos, os quais fazem parte da nossa cultura e neste período existem várias preparações típicas elaboradas a base do milho, aipim, amendoim, jenipapo, laranja, tangerina, puba e coco. Os alimentos e preparações características desta época são considerados calóricos e gordurosos. E por isso, nosso papo de hoje é sobre como fazer uso desses alimentos, elaborando preparações mais saudáveis sem perder a característica cultural. Quando ingeridos moderadamente e com o preparo adequado podem ser aliados do nosso corpo. O principal problema está no modo como as comidas são preparadas e na quantidade ingerida.

Venham Comigo! Devemos sempre que possível valorizar nossas tradições alimentares!

A primeira dica é que devemos utilizar principalmente alimentos in natura. O milho, que é um cereal com vitaminas do complexo B, rico em minerais como magnésio, potássio e fósforo, deve ser utilizado na forma in natura, evitando sempre que possível o enlatado. Ele pode ser consumido cozido em água e sal ou assado e também como ingrediente em preparações como a pamonha, a qual pode ser doce ou salgada, o mingau de milho, a canjica, o cuscuz e o bolo. No preparo do bolo de milho, não é necessário adicionar farinha de trigo, podemos fazer com o milho cozido e a fubá de milho, fica delicioso!  Na canjica e no mingau, utilize canela para conferir mais sabor.  Procure aproveitar o sabor característico do milho que é tão nutritivo!

Já o jenipapo, fruta fonte de ferro, pode ser consumido na forma de suco e também na preparação da bala de jenipapo ou lasquinhas de jenipapo.  No preparo do suco, evite adicionar açúcar dando preferência ao sabor da fruta. Já no preparo das balas ou lasquinhas, adicione menos açúcar na receita e prefira, para finalizar a preparação, açúcar mascavo ou demerara.

O amendoim, alimento fonte de gordura boa, vitamina E, magnésio e vitaminas do complexo B, podemos consumir puro (torrado ou cozido), assim como na preparação pé- de- moleque e paçoca e também pode ser usado como ingrediente de bolos. Nas preparações como pé-de-moleque e paçoca, dê preferência a fazer em casa, evitando comprar prontos e atente- se para quantidade de açúcar adicionado e a quantidade consumida.

 

Frutas citríca
Frutas cótricas

A laranja e a tangerina, frutas ricas em vitamina C devem estar presente na mesa junina na forma in natura, pois são ricas em fibras e ajudam ao bom funcionamento intestinal! Lembrem-se, é importante manter uma alimentação equilibrada, sempre variada com ingredientes regionais do país, sem exageros e com bom consumo de água, comendo devagar, desfrutando dos alimentos sem pressa, assim seu organismo dará sinais mais claros quando estiver saciado, e dessa maneira, você evitará comer mais do que o necessário. Não deixe de nos acompanhar nesse canal; um abraço e até o próximo Papo Seguro.

 

Podcast: Preparações juninas

Produção:  Valéria Camilo -Professora Valéria Camilo – Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Colaboração/revisão: Jerusa Santana, Lílian Lessa, Adriana Mello , Nedja Santos

 

ouça:

O  Programa Em Sintonia é exibido de segunda à sexta-feira, das 9 às 9:55h, com transmissão pelas Rádios Excelsior AM 840 e Saúde no ar (web). Acompanhe pelo site: https://redeexcelsior.com.br ou pelo aplicativo Rádio Saúde no Ar. Participação pelo  whats app (71) 9-9681-3998.

Acompanhe também os conteúdos no portal: https://www.portalsaudenoar.com.br/.

Confira todas as edições anteriores acessando esse link: Edições Papo Seguro

Entrevistas do Papo seguro:

Entrevista 1 – Nutrição em tempos de pandemia

Entrevista 2 – Nutrição e imunidade 

Entrevista 3 – Aproveitamento integral dos alimentos 

Entrevista 4 – Alimentação e nutrição na infância 

Entrevista 5-  Preparos Saudáveis 

Entrevista 6- Comer consciente

Entrevista 7 – Alimentação e ansiedade

Entrevista 8 – Alimentos juninos

Sobre a ENUFBA

A Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia (ENUFBA) foi criada em 28 de maio de 1956, sendo o primeiro curso de bacharelado em Nutrição da região nordeste do país e o quarto do Brasil. Em 2009, foi criado o bacharelado em Gastronomia. A ENUFBA mantém desde a sua criação a missão de formar profissionais tecnicamente qualificados, capazes de refletir criticamente sobre as necessidades da sociedade brasileira e atuar profissionalmente de modo orientado pela ética e compromisso social da profissão. A ENUFBa tem como destaque o desenvolvimento de atividades interdisciplinares integrando ensino, pesquisa e extensão.Professores da ENUFBa, estarão toda segunda no quadro “Papo seguro”, dialogando sobre alimentação e nutrição diante da Covid-19.

Acompanhe também os conteúdos toda segunda aqui no no portal: https://www.portalsaudenoar.com.br/.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.