Educação empreendedora para uma sociedade melhor

Educação empreendedora para uma sociedade melhor

No quesito educação empreendedora o Brasil não tirou nota 10. Ainda enfrentamos muitos desafios e no ranking mundial, estamos entre os últimos países a difundir a cultura do empreendedorismo nas escolas, ocupando o 56º lugar dentre os 65 que fazem parte da lista da Pesquisa Global Entrepreneurship Monitor 2018.

Pensando nesse problema que afeta muitos jovens e suas famílias, o SEBRAE criou em 2013, o Programa Nacional de Educação Empreendedora (PNEE), que já capacitou mais de 120 mil professores, através da parceria com mais 6 mil instituições em todo o Brasil.

No dia Nacional da Escola, o Programa Excelsior Saúde, parceiro do Portal Saúde no ar, conversou com Ana Luci des Graviers, Economista e Gestora Estadual do Projeto na Ba, que falou sobre como esse projeto tem mudado o cenário da educação empreendedora no país.

O  programa também contou com a presença de Ezequiel Oliveira, Físico, Educador, empreendedor, mestre em Saúde e Idealizador do Projeto Integração Verde, que integra escola e comunidade em um programa de educação ambiental, desenvolvimento pessoal e saúde.

O programa Excelsior Saúde que conta com a parceria do Portal  Saúde no ar, acontece de segunda  à sexta,  às 9h, ao vivo  com transmissão pela Rádio Excelsior AM 840. É possível acompanhar pelo site: https://redeexcelsior.com.br e participar pelo watts pap. (71) 9-9681-3998.

Ouça a entrevista na íntegra:

Celebração do 15 de março:

O Dia da Escola, comemorado em 15 de março, será marcado hoje por um evento online que abordará os temas Protagonismo Juvenil e Educação Empreendedora. O encontro, acontece às 15h e será lançado também um conteúdo especial para professores e alunos do Ensino Fundamental. As inscrições gratuitas podem ser feitas no link http://bit.ly/LiveSebraeDiadaEscola.

Sobre o Integração Verde

O Projeto Integração Verde, tem como objetivos agregar às ações existentes nas unidades escolares, a fim de cooperar para uma educação de alto padrão integral, ressignificando os espaços com arquitetura paisagísticas e arte-cultura, implantando a educação empreendedora com possibilidades de modelagens de pequenos negócios, estimulando a integração escola/comunidade com cursos presenciais e EAD, ocupando os espaços ociosos da escola como ilhas de conhecimento e terapias comunitárias, e  implantando a arquitetura paisagística planejada em 1 km do entorno da escola.  De acordo com o idealizador, Ezequiel Oliveira, a ideia é integrar escola – gestão  e comunidade, para o bem de todos:  “as escolas se tornarão um mini pólo de desenvolvimento em ecossistemas digitais em redes, nos pilares de referência dos ODS 2030(objetivos de desenvolvimento sustentável), assim cooperar com o poder público na erradicação da pobreza e urbanização do entorno da escola. Reunimos em grupos de whats app, líderes dos segmentos: saúde, educação, meio ambiente, inovação e tecnologia, afim de aprofundarmos nos objetivos e construção do Projeto”, afirmou.

Para conhecer mais o projeto, acesse: Vídeo -Integração Verde

e  se ficou interessado e deseja apoiar, entre em contato com o criador/articulador da proposta: E-mail: Ezequiel.fisico@gmail.com,   Whatts app – (71) 987596650.

SOBRE O PNEE – SEBRAE

Desde o ano de 2014, o Projeto de Educação Empreendedora do Sebrae vem realizando a formação e a transformação de professores e estudantes da Bahia por meio das metodologias do Programa Nacional de Educação Empreendedora. Essas metodologias têm como principal objetivo promover o protagonismo juvenil por meio de conteúdos que exercitam as competências empreendedoras dos estudantes, permitindo que eles avancem no desenvolvimento do seu projeto de vida e realizem mudanças no seu contexto social, seja como empreendedor ou na sua inserção no mundo do trabalho como intraempreendedor.

Produtos e serviços

O PNEE oferece produtos e serviços, que se encaixam às mais diferentes necessidades dos educadores e da escola. Conheça alguns deles:

  • Jovens empreendedores: primeiros passos – desenvolvido para alunos do ensino fundamental, o curso aguça a curiosidade e o pensamento crítico dos participantes, ajudando-os a entender e a planejar as etapas para a concretização de seus sonhos. O programa é formado por nove módulos independentes, com carga horária de 20 a 30 horas cada um.
  • Empreendedorismo para a educação superior: disciplina, com carga horária de 80 horas, que leva o debate em torno do comportamento empreendedor para os alunos do ensino superior, orientando-os sobre a construção de um modelo e a elaboração de um plano de negócios.
  • Crescendo e empreendendo: com foco nos alunos que desejam mergulhar a fundo nos desafios do mercado de trabalho, a formação prepara esses jovens para identificar oportunidades e criar soluções, mediante encontros vivenciais que têm o planejamento do futuro por meio de atitudes empreendedoras como principal premissa.
  • Jovem Empreender no Campo: o programa Empreender no Campo busca capacitar os jovens que procuram dar continuidade aos negócios de família, especialmente em propriedades rurais. Durante a formação, eles desenvolvem o olhar empresarial para as práticas do campo, entendendo como ampliar as oportunidades e consequentemente a renda familiar.
  • Empreendedorismo para a Educação Profissional: assim como o curso para ensino superior, esta formação é implementada por meio de uma disciplina inserida na carga horária dos cursos técnicos ou de formação inicial e continuada. Os alunos são estimulados a pensar em sua carreira, tendo o empreendedorismo como possibilidade de construção de um projeto de vida.

Na página do projeto, o público tem acesso a diversos conteúdos como cursos, eventos, oficinas, pesquisas e ferramentas em tecnologia com a temática de Educação Empreendedora. Para participar, entre em contato com o Sebrae do seu Estado pelo telefone 0800 570 0800 e saiba mais do PNEE na sua região.

Leia também:

Texto reflexivo apresentado por Ezequiel Durante o Programas

Educação empreendedora- Para uma sociedade saudável, próspera e sustentável.

Qual o seu talento?

Quais as suas habilidades?

Quais as suas necessidades?

Quais as necessidades do seu entorno?

Imagine se tivéssemos um sistema educacional que conseguisse identificar e responder essas perguntas no universo escolar desde a primeira infância?

Imagine se tivéssemos um sistema que usasse as tecnologias de informação e comunicação para construir uma sociedade saudável, próspera e sustentável desde a primeira infância?

Imagine se tivéssemos um sistema educacional, onde os problemas de déficit cognitivos fossem identificados e ressignificados?

Imagine se tivéssemos um sistema educacional onde os valores da ética, moral, solidariedade, paz e autoconhecimento fossem vivenciados diariamente interdisciplinarmente?

Imagine se tivéssemos um sistema em que o aluno não seja um balde vazio e sim uma luz em ascensão?

Não é apena um sonho, é um desejo de muitos educadores, pais e alunos ávidos por viver em um meio/sistema a fim viver o bem-estar social.

Temos oportunidades em transformar problemas em oportunidades. Essa é uma decisão de cada um.

Paz e Luz!

 

Redação Saúde no ar

  

 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *