Portal Saúde no Ar

Doenças degenerativas na terceira idade

À medida que a idade vai avançando passamos a nos preocupar com as doenças ligadas a essa condição, a qual  chamamos de velhice ou terceira idade.

Qualquer sintoma é motivo para visitar o médico, mas não é pessimismo, ou hipocondriaquíssimo, e sim uma preocupação comum. Afinal existem doenças que estão ligadas ao processo de envelhecimento como: doença cerebrovascular (AVC), hipertensão arterial, diabetes tipo 2, doença de Parkinson,  Demência (incluindo a doença de Alzheimer),  Osteoporose,  entre outras.

O Parkinson é uma delas. É um distúrbio neurológico progressivo caracterizado por movimentos bruscos, rigidez e tremores visíveis.Cerca de  75%  de todos os casos de Parkinson começam após o paciente ter atingido 60 anos de idade. Todavia, a idade é apenas um dos fatores de risco, existem outros fatores como em casos de pessoas que foram expostas a toxinas químicas e sofreram lesões na cabeça, ou têm uma história familiar da doença na família. Os homens também são mais propensos do que as mulheres a sofrer de doença de Parkinson.

O programa Saúde no Ar, desta quarta-feira (04), falou sobre doenças degenerativas na terceira idade. Patrícia Tosta conversou  com a geriatra e diretora do Creasi- Centro de Referência Estadual de Atenção à Saúde do Idoso, Mônica Hupsel Frank.

O Creasi distribui medicamentos para doença de parkinson, independentemente,  se é ou não castrado no creasi.

Ouça a entrevista com  Mônica na íntegra:

O Programa Saúde no Ar é transmitido pela Excelsior AM 840 e rádio on line Saúde no Ar, participação pelo watss App 71 9968-13998 ou 3328-7666.

Redação Saúde no Ar

 

O jornalismo independente e imparcial com informações contextualizadas tem um lugar importante na construção de uma sociedade , saudável, próspera e sustentável. Ajude-nos na missão de difundir informações baseadas em evidências.Apoie e compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.