"Saúde é um direito" - Direito da pessoa com deficiência

"Saúde é um direito" - Direito da pessoa com deficiência

Em parceria de cooperação técnica com a Comissão de Direito Médico e da Saúde OAB/Ba , o programa Excelsior Saúde comandado pela âncora Patricia Tosta, na Radio Excelsior AM 84 (seg à sexta das 9 às 10h)  e em parceria com o Portal Saúde no ar, exibiu mais uma edição do Quadro: Saúde é um direito veiculado toda quarta-feira.

Nesta semana a advogada  Dra. Gabriela Sady,  falou sobre:

Confira:

Em atenção à Semana Nacional do Excepcional (de 21 a 28 de agosto) hoje vamos falar sobre os direitos das pessoas com deficiência. O Estatuto da Pessoa com Deficiência, sancionado em 2015, garantiu uma série de direitos a milhões de brasileiros que possuem algum tipo de deficiência, ou seja “alguma restrição física, mental ou sensorial, de natureza permanente ou transitória, que limita a capacidade de exercer uma ou mais atividades essenciais da vida diária, causada ou agravada pelo ambiente econômico e social”.

No âmbito da educação, os direitos incluem a facilitação de acesso ao ensino, através da proibição de cobrança de taxas extras para matrículas e mensalidades pagas por alunos com deficiência e previsão de pena de dois a cinco anos de prisão e multa para quem impedir ou dificultar o ingresso de uma pessoa com deficiência em qualquer escola regular. Em cursos de ensino superior, técnico ou tecnológico, ficou determinada uma cota de 10% das vagas disponíveis. Já o poder público, segundo o Estatuto, tem que garantir o pleno acesso ao currículo escolar em condições de igualdade, em um sistema educacional realmente inclusivo e com total acessibilidade, oferecendo apoio especializado sempre que necessário.

No mercado de trabalho, o Estatuto prevê a reserva de vagas para pessoas com deficiência. Inclusive nos concursos públicos! A cota varia de Estado para Estado, podendo chegar a 20%, segundo a Constituição Federal.

No aspecto do direito à saúde, o poder público tem o dever de oferecer à pessoa com deficiência uma rede de serviços especializados, além de garantir o acesso a hospitais e outros estabelecimentos, sejam eles públicos ou privados. A lei ainda garante o tratamento domiciliar na impossibilidade de locomoção a um hospital ou clínica. Além disso, não pode haver nenhum tipo de impedimento de participação de pessoas com deficiência nos seguros/planos de saúde.

No que toca ao direito ao lazer, o Estatuto garante o acesso às atividades esportivas e culturais. Nesse sentido, a acessibilidade em espaços públicos é fundamental. Inclusive é dever das companhias aéreas, por exemplo, prestar auxilio a esses consumidores, bastando que seja comunicada a condição do passageiro no momento do check-in. Além disso, eventual acompanhante tem direito a desconto na passagem caso fique comprovada a necessidade de sua presença durante o voo. Falando em acompanhantes, esses também têm direito a um desconto de 50% — assim como as pessoas com deficiência — em entradas para shows, espetáculos e jogos mediante comprovação da necessidade de sua presença.

No aspecto tributário a pessoa com deficiência é isenta de alguns impostos como: Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) e Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF) na compra de veículos e em alguns estados também pode ser obtida na Secretaria da Fazenda estadual a isenção de Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Algumas cidades possuem isenção de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), neste caso o cidadão deve se dirigir à Prefeitura de sua cidade. Além disso, pessoas com deficiência têm prioridade na restituição do Imposto de Renda.

Por fim, o Estatuto da Pessoa com Deficiência garante o recebimento de alguns auxílios, tais como benefício no saque do FGTS para comprar órteses e próteses, aposentadoria com redução de período de contribuição conforme o grau de deficiência, sempre comprovado por perícia médica, entre outros.

Lembre-se que a saúde é um direito de todos e deve ser respeitado!

Por: Dra. Gabriela Sady

Advogada atuante nas àreas de direito médico e da saúde e direito do consumidor.
Membro da Comissão Especial de Direito Médico e da Saúde da OAB/Ba.

Pós-graduada em Direito Público.

Instagram: @gabrielasady.adv 

 

Ouça o áudio na íntegra:

Ouça o áudio na íntegra:

Fonte: OAB/Ba

Redação Saúde no ar

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *