Uso racional de medicamentos

Uso racional de medicamentos

anuncio_webTomar remédios por conta própria, ou por indicação de amigos, sem a prescrição médica já faz parte da cultura do brasileiro. Não importa a dor, pode ser para uma simples dor de cabeça ou  até para  algo mais grave e complexo, como uma inflamação bacteriana. No geral, as pessoas nem levam em consideração o fato de estarem correndo risco de morte, só querem livrar-se da dor.

 De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o uso indevido de medicamentos é considerado hoje um problema de saúde pública, não só no Brasil, mas mundialmente.

Por isso cada vez mais o Conselhos Farmácia vêm trabalhando para informar a população sobre o uso racional de medicamentos, nada mais é, do quê usá-los de maneira consciente e  apropriados para suas necessidades clínicas, em doses adequadas às suas características individuais, pelo período de tempo adequado e ao menor custo possível, para si e para a sociedade.

No dia 5 de maio é comemorado o Dia Nacional pelo Uso Racional de Medicamentos.  De acordo com dados divulgados pela OMS, os erros de medicação causam pelo menos uma morte todos os dias e prejudicam aproximadamente 1,3 milhões de pessoas anualmente, apenas nos Estados Unidos. Os números são semelhantes nos países desenvolvidos e em desenvolvimento, como o Brasil, embora nestes o impacto seja praticamente o dobro em termos do número de anos de vida saudável perdidos. Muitos países carecem de dados concretos, os quais serão recolhidos como parte da iniciativa.

Todos os erros de medicação são potencialmente evitáveis. Eles podem ser causados pela fadiga do profissional, superlotação nos serviços de saúde, falta de pessoal, má formação e informação errada dada aos pacientes, entre outras razões. Qualquer um destes fatores, ou uma combinação deles, pode afetar a prescrição, a dispensação, o consumo e o monitoramento de medicamentos, o que pode ocasionar sérios prejuízos para a saúde e até mesmo a morte.

As falhas acontecem, porém é possível evitá-las, tanto no ambiente hospitalar quanto no uso domestico. Principalmente evitando a automedicação.  

Neste mês de abril, em comeração ao  Dia Nacional pelo Uso Racional de Medicamentos, o Saúde no Ar,  contará com a participação da farmacêutica Maria Fernanda Barros, dará dicas sobre medicamentos. Quem quiser participar mande uma  perguntas ou sugestões de temas o  email: produção@portalsaudenoar.com.br ou uma mensagem de texto ou áudio para o WhatsApp: 71- 996813998. Toda contribuição será bem vinda.

Confira o comentário da farmacêutica e responsável pelo Centro de Informação sobre Medicamento (CIM) do Conselho Regional de Farmácia do Estado da Bahia,  Maria Fernanda Barros.

 

Entre em contato conosco através:

Telefone: (71) 3368-8821

Email: cim@crf-ba.org.br

link: http://www.crf-ba.org.br/site/?page_id=4857

Redação Saúde no Ar

Fonte/foto: Maria Fernanda Barros

 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *