OMS diz que são necessárias novas restrições para combater pandemia

OMS diz que são necessárias novas restrições para combater pandemia
Por conta do avanço da pandemia, a Organização Mundial da Saúde (OMS) informou a necessidade de novas restrições na Europa”.

“A situação na região agora mais preocupante do que vimos em vários meses”, disse a diretora regional da OMS para Emergências na Europa, Dorit Nitzan.

“Muitos países estão adotando novas medidas necessárias e todos devem segui-las tanto quanto possível”, acrescentou Nitzan.

De acordo com nota do escritório europeu, a OMS também chamou de “inaceitavelmente” lento o ritmo da campanha de vacinação no continente. Além disso, houve registro de 1,6 milhão de novos casos e quase 24 mil mortes no continente, em comparação com menos de 1 milhão há cinco semanas.

O  diretor regional da OMS para a Europa, Hans Henri Kluge, disse em entrevista que  “Não podemos ignorar o perigo. Todos temos que fazer sacrifícios, não podemos permitir que a exaustão nos derrote. Devemos continuar a conter o vírus”, disse Kluge.

A OMS considerou que as medidas restritivas devem ser usadas “enquanto a doença exceder a capacidade dos serviços de saúde para cuidar adequadamente dos pacientes e para acelerar a provisão dos sistemas de saúde locais e nacionais”.

Além disso, cerca de 50 países da região já indicaram que a variante B.1.1.7, inicialmente detectada no Reino Unido.

 

Campanha Vidas Importam 

Veja também: Líderes de 23 países apoiam ideia de tratado pandêmico para emergência

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *