Líderes de 23 países apoiam ideia de tratado pandêmico para emergência

Líderes de 23 países apoiam ideia de tratado pandêmico para emergência

Durante reunião internacional nesta terça-feira, líderes de 23 países e a Organização Mundial da Saúde (OMS) apoiaram a ideia de criar um tratado internacional que ajudaria com emergências de saúde futuras; bem como a pandemia de coronavírus, endurecendo as regras de compartilhamento de informações.

Dessa forma, a  ideia do tratado, que também visa garantir um acesso universal e igualitário a vacinas; era sugestão dos líderes da União Europeia, Charles Michel, em uma cúpula do G20 em novembro. Com o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus a proposta, as negociações formais não iniciaram ainda.

Além disso, segundo Tedros o tratado abordaria lacunas expostas pela pandemia da Covid-19. O esboço de uma resolução para negociações poderia passar pelos 196 países-membros da OMS em sua reunião ministerial anual em maio, disse ele.

Ainda assim, a proposta do tratado recebeu o apoio formal dos líderes de Fiji, Portugal, Romênia, Reino Unido, Ruanda, Quênia, França, Alemanha, Grécia, Coreia, Chile, Costa Rica, Albânia, África do Sul, Trinidad e Tobago, Holanda, Tunísia, Senegal; bem como Espanha, Noruega, Sérvia, Indonésia, Ucrânia e da própria OMS.

De acordo com os líderes da China e dos Estados Unidos que não assinaram a carta;  Tedros disse que as duas potências reagiram positivamente à proposta e que todos os Estados serão representados em conversas.

 

Campanha Vidas Importam 

Veja também:Covid-19: ministro da Saúde diz que fará campanha por “uso racional” de oxigênio

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *