Covid atinge o coração e inflamação em músculo é achada semanas após recuperação

Covid atinge o coração e inflamação em músculo é achada semanas após recuperação

Estudos publicados na Jama Cardiology mostram evidências relacionadas aos efeitos do coronavírus Sars CoV-2 sobre o tecido do coração. Um deles, realizado com autópsias de 39 pacientes, mostra a presença do vírus no miocárdio em 60% dos casos. O outro estudo, que conta com 100 pacientes recuperados de Covid-19, mostrou que, em 78%, houve uma inflamação diagnosticada por ressonância magnética, mesmo semanas após a recuperação.

Os artigos chamam a atenção para a importância de um acompanhamento cardiológico durante e após a infecção por Covid-19. A Pesquisa ressalta a importância de os pesquisadores de todo o mundo continuarem a analisar os efeitos da Covid-19 no sistema cardiovascular.

Em um tempo médio de 71 dias após a infecção, 100 pacientes passaram por ressonância para avaliar a saúde cardíaca. Após mais de dois meses, 78% ainda apresentavam inflamação no coração. Em entrevista à agência de notícias Reuters, Valentina Puntmann, autora principal do segundo estudo, afirmou que em alguns pacientes o coração pode ser “gravemente afetado com a ação da Covid-19”.

A pesquisadora do Hospital Universitário de Frankfurt, na Alemanha, reconheceu que ainda falta avançar nos estudos para avaliar se há “evidências diretas” de que a Covid possa enfraquecer o coração de um paciente recuperado. “É possível que, em poucos anos, esse efeito seja mais significativo, baseado naquilo que já conhecemos sobre outras doenças virais”, disse Valentina Puntmann.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *