Quimera: humano e macaco em pesquisa

Quimera: humano e macaco em pesquisa
Conhecido como um ser hibrio na mitologia grega, as Quimeras, nascidas da junção de duas ou mais especies são um desejo antigo na cienência. Desde a década de 1970, cientistas tentam criar, em laboratório, embriões que, nascidos de mais de uma especie.
Contudo, as pesquisas relacionadas a criação de uma nova existêcia causa conflito no meio cientifico; mesmo que suas pesquisas possuam potencial das primeiras etapas do desenvolvimento até a busca pela cura de doenças degenerativas.
De acordo com artigo publicado na revista Cell, a equipe, chefiada por Juan Carlos Izpisua Belmonte; professor do Laboratório de Expressão Gênica no Instituto Salk de Ciências Biológicas (Califórnia), descreve a evolução de um estudo de 2017 que resultou em embriões de porcos com células humanas ativas. Desse modo, nova pesquisa de cientistas espanhóis e chineses anunciaram sucesso em um modelo que mistura células-tronco humanas com as de macaco.

O estudo conduzido na Universidade Kunming de Ciência e Tecnologia de Yunnan, na China. No ano passado, o geneticista Weizhi Ji desenvolveu a tecnologia necessária para que embriões de macaco continuassem vivos e crescessem. Assim, dias depois da criação dos embriões, cada um deles recebeu a injeção de 25 células-tronco humanas, conhecidas como pluripotentes estendidas. Elas têm o potencial de contribuir para a formação de tecidos embrionários e extraembrionários. Vinte e quatro horas depois, as células humanas foram detectadas em 132 embriões. A sobrevivência começou a declinar e, no 19º dia, apenas três quimeras estavam vivas. Contudo Izpisua Belmonte destaca que o percentual das células humanas nos embriões continuou alto — 7% — durante todo o período.

Além disso, outro ponto discutido no meio cientifico em referência as pesquisas, é a questão ética; de acordo com um dos pesquisadores “qual é o status moral dessas novas criaturas? Antes de qualquer experimento ser realizado em quimeras nascidas vivas, ou de seus órgãos extraídos, é essencial que suas capacidades mentais e vidas sejam devidamente avaliadas”.

 

 

Campanha Vidas Importam 

Veja também: Estudo revela que CoronaVac reduz em 80% chance de morrer por covid-19

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *