Preço de medicamentos hospitalares sobe 16% na pandemia

Preço de medicamentos hospitalares sobe 16% na pandemia

Segundo dados do Índice de Preços de Medicamentos para Hospitais (IPM-H) da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e da Bionexo; o preço dos medicamentos vendidos aos hospitais do país subiu 16,4% durante os cinco primeiros meses da pandemia  do novo coronavírus. 

De acordo com o levantamento, a alta se deu pelo uso de três grupos de medicamentos utilizados para tratamento da covid-19 nos hospitais. O suporte ao aparelho cardiovascular teve aumento de 92,6%; sistema nervoso de 66%; e aparelho digestivo e metabolismo, de 50,4%. Juntamente com os medicamentos para anestesia, suporte ventilatório e suporte vital.

Além disso, apresentaram aumento expressivo os preparados hormonais sistêmicos, de 21,8%, e do sistema musculoesquelético, de 18,2%, utilizados nas unidades de terapia intensiva (UTI).  Em julho, o preço dos remédios hospitalares cresceu 1,74%. De acordo com a Fipe, entre os motivos que podem ter contribuído para a aceleração menor no último mês estão a estabilização da taxa de câmbio, a reestruturação gradual das condições de mercado, a queda dos casos de covid-19 nos grandes centros urbanos do país, e a readequação, ainda que parcial, das condições de oferta após o choque inicial.

#Campanha Vidas Importam

Veja também: Covid-19: Instituto Vital Brazil registra patente de soro

Com 90% da população sem anticorpos, imunidade de rebanho não é viável

OMS: Pandemia de Covid-19 causa crise de saúde mental nas Américas

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *