Poluição do ar

Poluição do ar

64e326a8aaeacf8cdbe40b569bccc9c8A poluição do ar matou mais de 7 milhões de pessoas em todo o mundo no ano de 2012, de acordo com relatório da Organização Mundial de Saúde. A poluição do ar emitida pelo diesel tem sido associada a doenças agudas e crônicas principalmente à morbidade e mortalidade por doenças respiratórias e cardiovasculares. Mais recentemente tem sido associado ao surgimento de câncer.

De que forma esses contaminantes do ar agem no organismo para provocar as doenças?

O material particulado uma vez inalado alcança diversos locais do sistema respiratório atravessando as barreiras naturais do organismos, chegando aos alvéolos por onde alcançam os vasos sanguíneos podendo ser alojados em diversos órgãos.  Ao entrar em contato com o sistema respiratório inicia os mecanismos que desencadeiam a resposta inflamatória, surgindo assim os sintomas da asma por exemplo. A asma é conhecida como uma doença inflamatória crônica que pode ter seus sintomas agravados pelos agentes ambientais. O contato permanente destes poluentes pode estar associado também ao aparecimento de câncer de pulmão como foi reconhecido recentemente pela organização mundial de saúde, que aponta ainda a poluição do ar como uma grande ameaça para a saúde pública no século XXI.

Quando essa partícula alcança o sistema circulatório, ou seja a corrente sanguínea, pode interferir em vários processos, por exemplo no sistema nervoso autônomo que regula a pressão sanguínea. Neste caso a poluição tem sido associado ao aparecimento de hipertensão principalmente em pessoas expostas de forma contínua a poluição do ar como motoristas de ônibus por exemplo. A presença dessas partículas no sistema circulatório pode acidificar o sangue, provocar trombos, favorecendo o aparecimento de infartos e acidente vascular cerebral.

Ainda podem influenciar o sistema endócrino provocando alterações hormonais. Quando essas partículas estão contaminadas por metais pesados, estes podem se alojar em diversas partes do corpo e daí contribuir para o surgimento de doenças degenerativas e do sistema nervoso, ou seja os metais pesados são carreados pelas partículas e podem se alojar em diversos órgãos e tecidos do corpo humano.

O assunto foi tema do programa Saúde no ar, no Quadro Saúde e Meio Ambiente, desta quarta-feira (20/09), com a Pesquisadora em Saúde Pública Nelzair Araujo Vianna.

Ouça comentário na íntegra:

NEUZAIR-150x150Nelzair Araujo Vianna – Pesquisadora em Saúde Publica no Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz/Fundação Oswaldo Cruz /BA. Dra. em Ciências pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.Mestre em Medicina e Saúde/ UFBA, Especialista e Especialista em Poluição do Ar e Saúde Humana pela FMUSP.

 

 

 

Fonte: Neuzair Araújo Viana

Foto: Google

Redação Saúde no Ar

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *