Musculação para combater a hipertensão

Musculação para combater a hipertensão

musculacao-pode-emagrecer-simHoje (26) é celebrado o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, como forma de chamar a atenção para as 9,4 milhões mortes por consequência da doença em todo mundo, segundo levantamento da Organização Mundial da Saúde (OMS). Já no Brasil, a hipertensão arterial atinge 30% da população adulta, chegando a mais de 50% na terceira idade e está presente em 5% das crianças e adolescentes, de acordo com estimativas da Sociedade Brasileira de Hipertensão – SBH.

Pensado neste dia, o Portal Saúde no Ar traz dicas para prevenir e combater a hipertensão arterial praticando atividades físicas como à musculação.

A Sociedade Brasileira de Cardiologia e os órgãos competentes internacionais recomendam que os indivíduos hipertensos iniciem programas de exercícios físicos regulares, desde que submetidos a uma avaliação clínica prévia. Os exercícios devem ser de intensidade moderada, com frequência de 3 a 5 vezes por semana e em sessões de 30 a 60 minutos de duração.

Estudos vêm comprovando os benefícios da atividade física para o tratamento da hipertensão, não só o treinamento aeróbio (caminhada, corrida, etc), como também o treinamento resistido. Esses exercícios caracterizam-se pela contração do músculo contra uma resistência externa, e são comumente denominados exercícios de musculação.

Para o professor de educação física, Alessandro Martinez, "a prática de musculação com hipertensos deve ser cuidadosamente controlada, sendo que as principais recomendações expostas na literatura científica apontam para a não realização de exercícios isométricos e de alta intensidade, que visam à melhora da força e a hipertrofia muscular".  Martinez alerta sobre "a contra-indicação destes tipos de exercícios se deve aos efeitos de aumento súbito e imediato da pressão arterial, o que em pessoas com hipertensão podem gerar lesões e até mesmo rompimento de vasos sanguíneos. Devemos trabalhar utilizando cargas leves a moderadas e controlando a respiração durante o movimento, assim teremos uma diminuição da pressão arterial em repouso, o que coloca a prática de exercícios contra resistência como uma aliada no tratamento dessa doença", explicou.

monday-691Ele recomenda que é necessário medir a pressão arterial antes de começar a sua rotina de exercícios, para averiguar se os valores estão controlados. O monitoramento periódico propicia uma avaliação mais adequada da eficácia dessa atividade. Após a musculação procure fazer uma sessão de 10 a 15 minutos de alongamento, pois além da melhora da postura, ajudam a oxigenar a musculatura, trazendo um relaxamento e uma sensação de bem estar.

 

Fonte: Estúdio Qualivida 

Alessandro Martinez – Formado em Educação Fisica pela Universidade Luterana do Brasil (ULBRA/RS) Pós Graduado em Fisiologia do Exercicio pela Universidade Gama Filho/RJ.

Redação Saúde no Ar

Materias relacionadas: 

 Hipertensão arterial

Hipertensão em pauta

 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.