Estudo sobre covid-19 na Europa diz que imunidade do grupo não é alcançável

Estudo sobre covid-19 na Europa diz que imunidade do grupo não é alcançável
 Um estudo sorológico realizado na Europa, mostra que o novo coronavírus, que se aproxima de 12 milhões de infectados pelo mundo, mostra que apenas 5% da população da Espanha pode ser considerada imune a doença. Essa foi a conclusão do maior estudo feito sobre imunidade de grupo à covid-19 em qualquer nação europeia.

Do país com população de 47 milhões de pessoas , apenas 5% está imune ao novo vírus. Essa tal imunidade “geral” da população, refere-se ao estágio da progressão de uma doença contagiosa em que a maioria das pessoas de uma região já não fica infetada porque uma maioria se vacinou ou porque o vírus já atingiu tanta gente que as pessoas que estão imunes criam uma espécie de barreira ao contágio. Segundo as conclusões de uma análise a 61.000 habitantes de Espanha, publicado na revista de descobertas médicas “Lancet”, os dados revelam que 95% da população continua suscetível ao vírus.

Estudos semelhantes em outros países comprovam que uma grande parte da população ainda não foi infectada pelo vírus. A Espanha é um dos países Europeus com mais vitimas, são 252.130 casos da doença e 28.392 mortes pelo vírus, segundo dado da Organização Mundia de Saúde (OMS). Para os pesquisadores, não se pode afirmar se uma pessoa pode desenvolver anticorpos e se isso possa impedir de contrair a doença .

Veja também:

Cientistas reforçam possibilidade de transmissão da Covid-19 pelo ar

Pharma anunciou medicamento mais eficaz que remdesivir

Estudo preliminar diz que sangue tipo A é mais vulnerável a covid-19

Uruguai é exemplo no combate ao coronavírus

O fracasso no combate ao novo coronavírus

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *