Estudo: Composto vegetal reduz déficits cognitivos em camundongo com síndrome de Down

Estudo: Composto vegetal reduz déficits cognitivos em camundongo com síndrome de Down

De acordo com novo estudo publicado na revista cientifica American Journal of Human Genetics; revela que;  composto vegetal apigenina melhorou os déficits cognitivos e de memória em camundongo com síndrome de Down. Ainda; de acordo com o estudo realizado por pesquisadores do National Institutes of Health e de outras instituições. A apigenina é encontrada em flores de camomila, salsa, aipo, hortelã-pimenta e frutas cítricas.

Dessa forma; os pesquisadores administraram o composto a camundongas grávidas portadoras de fetos com características da síndrome. Ainda assim; os resultados levantam a possibilidade de que um tratamento para diminuir os déficits cognitivos observados na síndrome de Down possa um dia ser oferecido a mulheres grávidas cujos fetos foram diagnosticados com Down.

Segundo o Ministério da Saúde; a Síndrome de Down não é uma doença e sim uma ocorrência genética natural. De acordo com informações do órgão; é uma alteração cromossômica que acontece quando crianças nascem dotadas de três cromossomos (trissomia) 21, e não dois, como o habitual. Esta alteração genética afeta o desenvolvimento do indivíduo, determinando algumas características físicas e cognitivas. Além disso,  estima-se que no Brasil ocorra 1 em cada 700 nascimentos;  o que totaliza em torno de 270 mil pessoas com Síndrome de Down; no mundo; bem como a incidência estimada é de 1 em 1 mil nascidos vivos.

 

Campanha Vidas Importam

Veja também: Autismo: Precisamos conhecer

Anvisa autoriza importação de 6 milhões de doses da CoronaVac

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *