Amazônia+21 debate visão de futuro, oportunidades e desafios para a região Amazônica

Amazônia+21 debate visão de futuro, oportunidades e desafios para a região Amazônica

Nesta quarta-feira (19/08) o Fórum amazônia +21 reuniu o vice-presidente da República e presidente do Conselho Nacional da Amazônia Legal Hamilton Mourão; Juntamente com o presidente da CNI e o presidente da Federação das Indústria de Rondônia para debater sobre diversos aspectos da região amazônica. Durante o encontro o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, defendeu que o Brasil pode ter uma economia próspera. Além disso, é possível ser líder mundial em baixa emissão de carbono e referência em bioeconomia.

“Temos uma das indústrias menos poluentes do mundo, temos enormes riquezas para o desenvolvimento sustentável da região amazônica, sempre dentro das metas e compromissos do Brasil nos tratados internacionais como o Acordo de Paris”, lembrou Andrade, em live realizada nesta terça (19/08) pela manhã, direto de Brasília, sobre o desenvolvimento da Amazônia.

O encontro foi o primeiro evento do Fórum Mundial Amazônia+21. Iniciativa que busca mapear perspectivas e soluções para temas como biociência, tecnologia, meio ambiente, inovação, sustentabilidade, que levem crescimento à região e melhores condições de vida para seus mais de 20 milhões de habitantes.

De acordo com Morão, “não basta reprimir ilícitos na Amazônia. É preciso criar um novo modelo de desenvolvimento para região, baseado em pesquisa e inovação e na bioeconomia”. Além disso, proteger, preservar e desenvolver, segundo o vice-presidência da República, são os eixos que devem orientar essa nova visão sobre a Amazônia.

Do mesmo modo, na próxima quarta-feira, 26 de agosto, o Fórum Mundial Amazônia + 21irá discutir o financiamento do desenvolvimento da região, numa nova live aberta e gratuita. Até novembro, vários outros debates serão realizados a partir dos quatro eixos temáticos para o desenvolvimento sustentável da Amazônia: negócios sustentáveis, cultura, financiamento dos programas (funding) e ciência, tecnologia e inovação.

#Campanha Vidas Importam

Veja também: Covid-19: Instituto Vital Brazil registra patente de soro

Com 90% da população sem anticorpos, imunidade de rebanho não é viável

OMS: Pandemia de Covid-19 causa crise de saúde mental nas Américas

 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *