Violência força fechamento de unidades de saúde

Violência força fechamento de unidades de saúde

 




 Na manhã da última terça-feira (22), homens armados invadiram  a unidade de saúde Prof. Humberto Castro Lima, em Pernambués, gerando pânico entre os pacientes e funcionários. O celular de um adolescente que aguardava atendimento foi levado pelos assaltantes, que fugiram logo em seguida. Por conta da insegurança e vulnerabilidade do local, registradas desde o mês passado, foram suspensos todos os serviços na unidade. O assunto será tratado às 8h desta quarta-feira (23), em reunião na própria unidade, com a presença do secretário municipal da saúde, José Antônio Rodrigues Alves, e representantes da Casa Militar da Prefeitura.

A violência na capital baiana tem interferido diretamente no funcionamento de unidades de saúde instaladas em áreas periféricas como Lobato, Bate Coração, Alto do Cruzeiro, Alto da Teresinha e Arenoso, provocando o fechamento dos postos antes do horário previsto (17h) para preservar pela segurança de pacientes e funcionários. Este ano, também foram registrados assaltos e arrombamentos nos postos de saúde Virgílio de Carvalho, no Dendezeiros; Ministro Alkimin, em Massaranduba; e nos CAPS instalados nos bairros do Rio Vermelho, Cajazeiras e Alto de Coutos. 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura

O jornalismo independente e imparcial com informações contextualizadas tem um lugar importante na construção de uma sociedade , saudável, próspera e sustentável. Ajude-nos na missão de difundir informações baseadas em evidências. Apoie e compartilhe

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.