OMS: Brasil vive uma tragédia com nova variante da covid-19

OMS: Brasil vive uma tragédia com nova variante da covid-19

Em apenas 24 horas, houve registro de 34.027 casos do novo coronavírus; contudo, ao todo o país registra 10.551.259 casos confirmados desde o inicio da pandemia no Brasil. O número de óbitos em 24 horas chegou a 721, ao todo são 254.942 vidas perdidas por conta do vírus no país.

Ainda assim, o país enfrenta um o cenário preocupante; de acordo com o diretor-executivo de emergências da Organização Mundial da Saúde (OMS), Mike Ryan, o Brasil vive uma “tragédia”. “

“Infelizmente, é uma tragédia que o Brasil esteja enfrentando isso de novo e é difícil. Esta deve ser a 4ª onda que o país volta a enfrentar. O Brasil é muito capacitado e tem instituições científicas e de saúde pública fantásticas. Acho que o país sabe o que fazer e muitos Estados estão tentando aplicar as melhores medidas. Não é simples. Não é fácil”.

Dessa forma, por conta do aumento de casos, 12 estados; bem como o Distrito Federal decidiram adotar medidas que aumentam as restrições de circulação. Um dos principais objetivos das medidas é frear a ocupação de leitos de UTI e evitar a sobrecarga do sistema de saúde.

Além disso, em entrevista, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, ressaltou a necessidade de preciso aumentar a produção de vacinas contra a covid-19 e acelerar a distribuição das doses.

“Agora é a hora de usar todas as ferramentas para aumentar a produção [das vacinas contra a covid-19], incluindo licenciamento e transferência de tecnologia e, quando necessário, isenções de propriedade intelectual. Também é importante lembrar que, embora as vacinas sejam uma ferramenta muito poderosa, elas não são a única ferramenta. Ainda precisamos acelerar a distribuição de diagnósticos rápidos, oxigênio e dexametasona”.

 

Campanha Vidas Importam 

Veja também: Estudo revela que reversão dos polos magnéticos pode ser catastrófica

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *