Medicamento para Insuficiência Cardíaca chega aos pacientes do SUS  

Medicamento para Insuficiência Cardíaca chega aos pacientes do SUS   

Com apenas dois anos de lançamento, Entresto® traz uma perspectiva de tratamento para os portadores de insuficiência cardíaca que não contava com novas terapias há 10 anos.

 

O Ministério da Saúde incorporou o Entresto® (sacubitril/valsartana), medicamento indicado para o tratamento de insuficiência cardíaca com fração de ejeção reduzida ao Sistema Único de Saúde (SUS). A incorporação aconteceu em menos de dois anos após seu lançamento (2017), tempo considerado recorde para os padrões brasileiros. A portaria com a autorização (portaria número 40) foi publicada nesta segunda-  feira no Diário Oficial.

 

A consulta pública para a incorporação do produto ao SUS foi aberta em dezembro de 2018 e contou com a sensibilização de agentes externos. Foram mais de 2 mil contribuições de médicos, pacientes, familiares, associações de pacientes e toda a sociedade civil.

 

Estima-se que a insuficiência cardíaca (IC) afeta até 3 milhões de brasileiros1 e é responsável por duas a três vezes mais mortes do que o câncer de mama e o de intestino1. Muitas vezes, a enfermidade é consequência de outras condições como pressão alta e infarto. O impacto econômico do tratamento de pacientes com IC no sistema público pode chegar a R$ 22 bilhões por ano1.

 

De acordo com o estudo PARADIGM, Entresto® reduziu o risco de morte por causas cardiovasculares em 20% e reduziu a taxa de hospitalizações em 21% em relação ao enalapril, tratamento anterior2,3. O estudo avaliou mais de 8 mil pacientes e comparou a eficácia do novo remédio ao tratamento considerado padrão2,3.

 

“Um medicamento de uso crônico incorporado ao sistema público em menos de dois anos após seu lançamento é, de fato, um marco. A incorporação pode ser traduzida no auxílio a milhares de pessoas sem condições de pagar pelo medicamento”, afirmou Ricardo Maykot, Diretor de Acesso da Novartis.

 

Sobre a Novartis

A Novartis está reinventando a medicina para melhorar e prolongar a vida das pessoas. Como líder global em medicamentos, utilizamos inovações científicas e tecnologias digitais para criar tratamentos transformadores em áreas de grande necessidade médica. Com foco na descoberta de novos medicamentos, estamos entre as principais empresas do mundo que investem consistentemente em pesquisa e desenvolvimento. Os produtos da Novartis alcançam mais de 750 milhões de pessoas em todo o mundo e estamos encontrando maneiras inovadoras de expandir o acesso aos nossos tratamentos mais recentes. Cerca de 105 mil pessoas de mais de 140 nacionalidades trabalham na Novartis em todo o mundo. Saiba mais em:www.novartis.com.

 

Referências

 

1.     Stevens B, Pezzullo L, Verdian L et al. The Economic Burden of Heart Diseases in Brazil. World Congress of Cardiology & Cardiovascular Health 2016 Poster code: PS023.

2.     Mc Murray JJV, Packer M. Desai AS, Angiotensin-neprilysin inhibition versus enalapril in heart failure. N Engl J Med. 2014 Sep 11; 371 (11): 993-1004

3.     Packer M, McMurray JJ. Desai AS, et al. Angiotensin receptor neprilysin inhibition compared with enalapril on the risk of clinical progression in surviving patients with heart failure. Circulation 2015 Jan 6; 131 (1): 54-61

 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *