Coração mata 350 mil brasileiros por ano

Coração mata 350 mil brasileiros por ano

coracao2Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia, aproximadamente 350 mil pessoas morrem anualmente no Brasil em decorrência de doenças cardiovasculares. Algumas das ocorrências cardíacas que mais levam os brasileiros a procurarem atendimento médico são a Síndrome Coronariana Aguda (33,4% do total), a Doença Cardíaca Hipertensiva ou Crise Hipertensiva (29,4%) e a Insuficiência Cardíaca (15,7%). Os dados se referem a um estudo elaborado pela Orizon para marcar o Dia Mundial do Coração, comemorado no dia 29 de setembro.

Na pesquisa, que mostrou a evolução das consultas médicas relacionadas à cardiologia nos anos de 2011 e 2014, foram analisados 6.609 beneficiários de planos de saúde que apresentaram queixas relacionadas ao coração em 2011 e 7.191 no ano de 2014. 
Entendendo as doenças

A Síndrome Coronariana Aguda é o estágio anterior ao infarto e está relacionada à baixa nutrição e oxigenação do músculo do coração, devido ao estreitamento das artérias que conduzem sangue ao órgão. Os principais sintomas são fortes dores e desconforto na região do peito, conhecidos como angina. 
A Doença Cardíaca Hipertensiva é o resultado de uma tensão excessiva sobre o coração devido a pressão arterial elevada e uma das causas mais freqüentes de morte. Trata-se de uma complicação que se desenvolve por causa da pressão sanguínea elevada ou hipertensão. Quase sete em cada 1.000 pessoas desenvolvem sintomas de doença cardíaca hipertensiva. 

A Insuficiência Cardíaca é considerada o estágio mais sério das doenças cardíacas. Ocorre quando o coração não consegue mais bombear sangue, rico em oxigênio, suficiente para o resto do corpo. Em ambos os diagnósticos, o tratamento em geral ocorre com medicamentos específicos, porém, em alguns casos intervenções cirúrgicas são necessárias.

Redação Saúde no Ar
 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *