Itália volta a decretar toque de recolher

Itália volta a decretar toque de recolher

Em decreto assinado pelo primeiro-ministro italiano;  Giuseppe Conte, instaurou um novo toque de recolher em todo o país. A Europa enfrenta uma segunda onda do novo coronavírus.

De acordo com o decreto; as restrições acontecem entre 22h às 5h, a partir desta quinta-feira (5) até 3 de dezembro.

Contudo; mesmo a Itália não sendo um dos 5 países com maior registros de casos; o país é o 6º país em número de mortes (39.764)  e o 12º com mais casos (790 mil) no mundo atualmente; de acordo com levantamento da Universidade Johns Hopkins.

Além disso; o anúncio ocorre dias após a Alemanha; bem como a França e Reino Unido anunciarem lockdowns para frear a nova onda de contágio.

Ainda assim; o novo decreto prevê outras medidas;  como bloqueios locais. Para isso, o país foi dividido em três áreas: zonas vermelhas, laranjas e verdes.

Nas zonas vermelhas, as pessoas só poderão sair para trabalhar, levar as crianças para a escola ou por motivos de saúde.

As restrições mais rígidas incluem a proibição de entrar e sair da região afetada por ao menos duas semanas e o fechamento de todas as lojas, exceto as de itens essenciais como alimentos.

Uma das áreas afetadas deverá ser a região da Lombardia, cuja capital financeira é Milão e já foi a mais atingida pela primeira onda da pandemia.

Veja também: Estudo: Alunos podem ‘perder’ 50% a 60% na aprendizagem em matemática após três meses de fechamento das escolas

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *