Guerra: Zelensky diz que Ucrânia pode discutir neutralidade

Guerra: Zelensky diz que Ucrânia pode discutir neutralidade

Em entrevista no ultimo domingo, o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky; disse que o país está preparada para discutir a adoção de um status neutro como parte de um acordo de paz com a Rússia, mas isso teria que ser garantido por terceiros e submetido a um referendo.

O presidente da Ucrânia disse que a invasão causou a destruição de cidades de língua russa na Ucrânia. Ele afirmou que o dano foi pior do que as guerras russas na Chechênia.

“Garantias de segurança e neutralidade, status não nuclear de nosso Estado. Estamos prontos para isso. Esse é o ponto mais importante”, disse o líder ucraniano.

A Ucrânia discutia o uso da língua russa na Ucrânia em conversas com a Rússia, mas se recusou a discutir outras demandas russas, como a desmilitarização do país, disse Zelensky.

Exigência russa

Dessa forma, a neutralidade da Ucrânia é uma das exigências que a Rússia colocou sobre a mesa para parar a invasão ao país vizinho. Os russos chegaram a sugerir que a Ucrânia adotasse o modelo de neutralidade da Suécia ou da Áustria, dois países que não fazem parte da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e que não se envolvem em guerras.

A desmilitarização é um dos objetivos de Vladimir Putin ao exigir a neutralidade ucraniana.

Além disso, referente ao status de neutralidade, o mesmo depende de cada país, sobretudo caso a neutralidade esteja na constituição. Contudo, na prática, um país neutro é aquele que não toma partido dos países beligerantes numa guerra específica e opta por uma postura de neutralidade permanente em todos os conflitos que possam acontecer futuramente.

 

Campanha Vidas Importam

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.