Governo do Estado amplia horário de toque de recolher

Governo do Estado amplia horário de toque de recolher
De acordo com a Secretária de Saúde do Estado da Bahia, o estado registra 653.335 casos confirmados do novo coronavírus; o total de casos ativos esta em 16.703; contudo o número de óbitos pela doença registrou 11.191 vítimas desde o inicio da pandemia em todo território baiano. Por outro lado, o número total de recuperados chegou a 625.441.

Dessa forma, o Governo do Estado decidiu ampliar o horário do toque de recolher, devido ao aumento da ocupação de leitos UTIs Covid-19, que atingiu a taxa de 80% neste domingo (21). O governador Rui Costa anunciou a medida por meio das redes sociais. A restrição na circulação de pessoas nas ruas passa a valer das 20h às 5h e envolve 381 cidades baianas, até o próximo dia 28 de fevereiro. A região oeste é a única exceção.

Decreto

Contudo, o atendimento presencial em bares, restaurantes; bem como em lojas de conveniência e demais estabelecimentos similares que comercializem bebidas alcóolicas encerrado às 18h. Apenas o delivery de alimentos fica permitido até as 23h. Já transporte metropolitano (ônibus, metrô, ferryboat e lanchinhas) pode funcionar até as 20h30.

Conforme o decreto, no período das 20h às 5h, permite o deslocamento somente para ida a serviços de saúde ou farmácia, para compra de medicamentos, ou situações em que fique comprovada a urgência. Por outro lado, não são alcançados pelo decreto os serviços de limpeza pública e manutenção urbana; bem como os serviços delivery de farmácia e medicamentos; e as atividades profissionais de transporte privado de passageiros.

Fiscalização

A população pode contribuir com a fiscalização. Denúncias para a Polícia Militar da Bahia (PMBA) devem ser feitas pelo 190 ou (71) 3235-0000, na capital, e pelo 181, no interior do estado. A denúncia é anônima.

 

 

 

Campanha Vidas Importam 

Veja também: ONU: 2021 pode ser ano do “tudo ou nada” para salvar planeta de crise ambiental

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *