Estudo: CoronaVac tem eficácia contra Ômicron

Estudo: CoronaVac tem eficácia contra Ômicron

Estudo realizado por pesquisadores de universidades chinesas e publicado na revista Emerging Microbes & Infections, revela que a vacina CoronaVac;  produzida pelo Instituto Butantan; juntamente com o laboratório chinês Sinovac, tem efetividade na neutralização da variante Ômicron.

Contudo, publicado de maneira preliminar ainda aguarda revisão. Ainda assim, o artigo médico-científico contém dados observados em laboratório, o que ainda não demonstra se há a mesma efetividade na população em geral.

De acordo com os pesquisadores, durante o estudo usaram pseudovírus contendo a proteína Spike de sete variantes do vírus Sars-CoV-2: Ômicron, Alpha, Beta, Gama, Delta, Lambda e Mu. Um pseudovírus é uma partícula viral que possui todas as propriedades do vírus; com a diferença de que ele não infecta as células. Assim, com a utilização dos pseudovírus era possível pesquisa por permitir uma manipulação mais segura em laboratório.

Dessa forma, o experimento utilizou plasma sanguíneo de pessoas vacinadas com a CoronaVac e de pessoas com infecção prévia. Essas amostras são então infectadas com os pseudovírus que carregam a proteína Spike das variantes. Assim, os testes de neutralização conseguem avaliar a capacidade dos anticorpos de erradicar o vírus, mas não medem outros aspectos de defesa do organismo, como por exemplo a memória do sistema imunológico.

Após produzidos os pseudovírus das sete variantes, pesquisadores analisaram anticorpos neutralizantes de 16 pessoas convalescentes de covid-19 e também de 20 pessoas que haviam tomado duas doses da vacina CoronaVac. Contudo, o estudo não incluiu pessoas que tomaram doses de reforço.

Segundo os autores, a redução de neutralização de cerca de 12,5 vezes da CoronaVac frente a Ômicron; demonstra perda de efetividade da vacina em relação à cepa original – é muito “melhor do que os trabalhos publicados sobre duas doses de vacinas de RNA mensageiro, nas quais foi observada uma diminuição de 22 vezes e de 30 até 180 vezes da neutralização em imunizados com a Pfizer”.

 

 

Campanha Solidariedade é Amor #SOSBAHIA 

 

Campanha Vidas Importam

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.