Covid-19: Após vinte dias de retorno as aulas Amazonas tem mais de 342 professores infectados

Covid-19: Após vinte dias de retorno as aulas Amazonas tem mais de 342 professores infectados

Com o retorno das aulas no Amazonas no ultimo dia 10 de agosto, retorna também a insegurança pelo medo da contaminação do novo coronavírus. Vinte dias após o retorno das aulas presenciais do ensino médio da rede estadual, o estado registrou 342 professores infectados com covid-19, além dos outros profissionais de educação que também foram confirmados com a doença. Segundo a Fundação de Vigilância de Saúde. A situação preocupa pais e professores de Manaus.

De acordo com os dados divulgados pela Fundação, são dos 2.051 testes rápidos aplicados entre os dias 18 e 28 de agosto. Deste total, 96% dos resultados apontaram para casos negativos ou foram do período de transmissão da doença. Até o momento o maior número de profissionais contaminados foi registrado na Escola Estadual José Bernardino Lindoso, com 28 casos positivos. Outras duas escolas, a Severiano Nunes e a Samuel Benchimol, têm dez casos cada.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado pediu a suspensão das aulas e a volta às atividades online. Procurada, a Secretaria de Educação amazonense não se pronunciou. Até o momento o amazonas registra 122.520 casos confirmados do novo coronavírus, 3.828 tiveram óbito confirmado pela doença.

#Campanha Vidas Importam

Veja também: MS: Brasil apresenta queda em óbitos por covid-19

Ministério da Saúde retira covid-19 da lista de doenças do trabalho com apenas um dia da decisão de inclusão

Covid-19: Segundo especialista Nova York, Israel e Califórnia podem ter alcançado imunidade de rebanho

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *