Campanha contra HIV/Aids no Carnaval

 

Foi lançada a Campanha contra HIV/Aids no Carnaval, que promove diversas atividades antes e durante a festa deste ano, através de parceria entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde (Sesab), com o governo federal, representado pelo Ministério da Saúde (MS).

De acordo com o diretor do Departamento de DST/Aids e Hepatites Virais do MS, Fábio Mesquita, além do Rio de Janeiro, nos últimos anos, a campanha tem sido lançada também na capital baiana porque a Bahia tem a característica de liderar o Carnaval de toda a região nordeste.

Ainda conforme Mesquita, o público jovem (15 a 24 anos) está no foco da ação que, além de ressaltar a importância do uso de preservativos, sensibiliza as pessoas que tiveram relação sexual sem proteção a realizar a profilaxia pós-exposição (PEP). O procedimento consiste do uso de quatro medicamentos anti-retrovirais (tenofovir, lamivudina, atazanavir e ritonavir) por 28 dias consecutivos.

Com eficácia em torno de 95%, a combinação de medicamentos impede a multiplicação do vírus no organismo. Segundo a coordenadora de DST/Aids da Sesab, Nilda Ivo, existem 28 serviços especializados de atendimento nos municípios e, durante todo o ano, são realizadas testagens para verificar se a pessoa é portadora de HIV ou de DSTs com sífilis ou hepatite.

Durante o Carnaval, haverá dois estandes funcionando, um na Barra, próximo ao shopping, e outro em Ondina, no final do circuito. Também serão desenvolvidas ações do ‘Fique Sabendo’, que é a testagem e a distribuição de preservativos, além de orientações relativas à prevenção.

Redação Saúde no Ar*

Ana Paula Nobre

 

O jornalismo independente e imparcial com informações contextualizadas tem um lugar importante na construção de uma sociedade , saudável, próspera e sustentável. Ajude-nos na missão de difundir informações baseadas em evidências.Apoie e compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.