Dia de combate ao trabalho infantil

Dia de combate ao trabalho infantil

Foto: Divulgação

Combate Trabalho InfantilUm ato público contra o trabalho infantil, cujo dia nacional de mobilização da causa em todo país é celebrado no domingo (12), foi realizado pela Secretaria Municipal de Promoção Social, Esporte e Combate à Pobreza (Semps) na Praça do Campo Grande.

A ação reuniu representantes de órgão públicos no local, informando à população sobre as ações executadas, com o objetivo de erradicar esta prática na capital baiana. Durante todo o dia, a Semps ofereceu os serviços do órgão, como orientação sobre os serviços ofertados no Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS), Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), Benefícios Eventuais, Programa Bolsa Família, Orientação Nutricional, Programa Salvador Primeiro Passo e atendimento do Conselho Tutelar.

A Fundação Cidade-Mãe, vinculada à Semps, levou jovens da aprendizagem em dança, que apresentaram o espetáculo Arraiáfro, com capoeira, maculelê e outros elementos coreográficos que animaram o público presente. A presidente da FCM, Risalva Telles, explicou que o evento é importante para chamar a atenção para o combate ao trabalho infantil, cuidando das crianças e adolescentes e usando das políticas públicas para que isso não aconteça. “Com os cursos, despertamos nos jovens uma consciência de ser criança, mas não exaurindo dos direitos e deveres. É um trabalho que pode parecer lento, mas envolvendo a família, temos um compromisso para que transcorra da melhor forma”.

O jovem Wallace Almeida, de 14 anos, se apresentou com o grupo de capoeira da unidade da FCM de Canabrava e gostou da experiência. “Gostei muito de participar do show aqui hoje. Gosto muito das aulas, principalmente da capoeira. A Fundação ajuda na minha educação, me prepara para o futuro, para eu ser um cidadão melhor”, disse o jovem.

Também foram oferecidas, pelos outros parceiros, orientações sobre paternidade responsável, atendimento de esclarecimento sobre questões de trabalho, emissão de carteiras de trabalho para jovens aprendizes (até 24 anos), orientação profissional, cadastramento de estudantes e teste vocacional. O evento é realizado em parceria com o Ministério Público da Bahia (MPBA) e Ministério Público do Trabalho (MPT), Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Adolescente Trabalhador. 

 

Fonte: Ascom Semps

Redação Saúde no Ar*

 

 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.