Secretaria de Saúde confirma oito casos da variante Delta em São Paulo

Secretaria de Saúde confirma oito casos da variante Delta em São Paulo

A cidade de São Paulo confirmou nesta terça-feira (20) oito casos da variante Delta do novo coronavírus. De acordo com a prefeitura, o município já tinha transmissão comunitária da variante delta.

De acordo com as informações divulgadas pela secretária, o primeiro caso de transmissão comunitária da variante teve confirmação em 6 de julho; referente a um homem de 45 anos, sem histórico de viagem e que apresentou sintomas leves da covid-19, sem necessidade de internação.

Atualmente, quatro variantes possuem o destaque de “variantes de atenção” pelas autoridades sanitárias devido à possibilidade de aumento de transmissibilidade ou gravidade da infecção. São elas: gamma (P.1), alpha (B.1.1.7), beta (B.1.351) e Delta (B.1.617.2). Dessa forma, a Delta causa preocupação no mundo todo, responsável pelo aumento de casos em diversos países, inclusive na Europa.

Além disso, outros casos identificados de transmissão comunitária, tiveram registro na zona leste e dois na zona norte. Assim, o oitavo caso é um paciente de um hospital privado. Felizmente, todos esses pacientes diagnosticados com a variante Delta, segundo a prefeitura, estão bem.

“Seguiremos com as medidas de rastreamento de todos esses casos, que serão acompanhados pelos nossos técnicos e profissionais para saber se houve contato com viajantes”, disse o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido. “Seguimos enviando os testes, por amostragem, para os institutos Butantan, Adolfo Lutz e de Medicina Tropical da Universidade de São Paulo (USP)”, disse.

Contudo, a variante que causa preocupação em todo o país, já possui mais de 110 casos confirmados em todo o Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde. Desses, cinco casos evoluíram para quadro grave.

 

 

 

Campanha Vidas Importam 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *