Parkinson pode começar no intestino e migrar para o cérebro

Parkinson pode começar no intestino e migrar para o cérebro

parkinsonConsidera uma das mais graves doenças neurodegenerativas, o Mal de Parkinson, pode começar no intestino e migrar para o cérebro, aponta um grande levantamento epidemiológico realizado por pesquisadores da Universidade Aarhus – na Dinamarca.

A atual conclusão reforça um estudo anterior realizado pesquisadores suecos em 2014, que afirma que o mal de Parkinson pode se originar no intestino, embora os pesquisadores dinamarqueses sugiram uma outra rota de migração da doença.

De acordo com os cientistas, partindo do trato gastrointestinal, a doença de Parkinson chegaria ao cérebro por meio do nervo vago.

A pesquisadora Elisabeth Svensson, coordenadora do estudo, explica que foi realizado um estudo dos registros médicos de aproximadamente 15.000 pacientes, que tiveram seu nervo vago interrompido no estômago – entre 1970 e 1995. O procedimento era um tratamento comum de úlceras.

A cientista ainda enfatiza que se realmente for correto que a doença de Parkinson começa no intestino e se espalha através do nervo vago, então esses pacientes de vagotomia devem, naturalmente, estar protegidos contra o desenvolvimento da doença.

A suposição mostrou fortemente válida, com os pacientes sem a conexão do nervo vago apresentando apenas metade da chance de terem Parkinson no período de 20 anos após a cirurgia. Essa proteção não ocorreu nos pacientes com dano parcial no nervo vago.

Elisabeth destaca que pacientes com doença de Parkinson frequentemente ficam constipadas muitos anos antes que recebam o diagnóstico – da doença neurodegenerativa-, o que pode ser um indicador precoce da ligação entre a patologia gastrointestinal e a patologia neurológica relacionada com o nervo vago.

Fonte: Diário da Saúde

L.O.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *