Novos representantes da Bahia no CFM são eleitos com 73% dos votos

Novos representantes da Bahia no CFM são eleitos com 73% dos votos

A Chapa 1- Dignidade Médica – foi eleita com 73% dos votos para representar a Bahia no Conselho Federal de Medicina (CFM), na gestão de 2014-2019. A a Chapa 2  – Um Novo Caminho –  ficou em segundo lugar com 16% dos votos­ e  Chapa 3 -Transparência Mais Inovação – em terceiro lugar com 8% dos votos. Ao todo foram 8.238 votos, sendo 231 nulos e 55 brancos.


Representarão a Bahia no Conselho Federal como conselheiro efetivo o gastroenterologista e endoscopista digestivo, Jecé Brandão,  graduado pela Faculdade de Medicina da Bahia – Ufba   (1975) e com atuação na Clínica do Aparelho Digestivo. Dr. Jecé é conselheiro do Cremeb e atual representante da Bahia no CFM. O conselheiro suplente eleito é Dr. Otávio Marambaia, graduado pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (1976), otorrinolaringologista, diretor do INOOA e  médico do Hospital Santa Izabel. Atualmente é conselheiro do Cremeb, onde coordena a Comissão de Comunicação.

A oficialização do resultado aconteceu logo após o término da contagem dos votos, no início da madrugada desta quarta-feira (27/08). O anúncio, feito pelo presidente da Comissão Eleitoral, Dr. José Márcio Vilaça, foi acompanhado por representantes das três chapas concorrentes. "A despeito da complexidade do contexto em que vivemos e da disputa com três chapas, a civilidade, o espírito democrático e o respeito prevaleceram nesse processo e saímos muito felizes com a forma como ele encerrou. A democracia falou claramente e o resultado traduz a vontade da expressiva maioria", afirmou o presidente da Comissão Eleitoral. Dr. José Márcio acompanhou toda a apuração junto com os demais membros da Comissão – os médicos Ernane Gusmão e Otoni Costa – e a secretária da Comissão Eleitoral, a servidora Zeni Silva.

Para o presidente do Cremeb, Cons. José Abelardo de Meneses, o resultado refletiu a insatisfação dos médicos com o governo federal, uma vez que a Chapa 1 venceu com 73% dos votos e defende ações contra as políticas de saúde adotadas pelo governo atual. "A democracia venceu. Estamos em festa porque os médicos baianos demonstraram para a sociedade que temos um compromisso com a ética e com a verdade. Os médicos baianos disseram que querem um Conselho forte, ativo, independente, e que defenda seus interesses", afirmou, agradecendo a colaboração dos servidores no processo eleitoral e o empenho da Comissão.

Os eleitos representarão os médicos baianos em Brasília, perante o CFM, em um mandato honorífico como conselheiro federal e com duração de cinco anos (de 01/10/2014 a 30/09/2019) . Entre as suas atribuições está a fiscalização e a normatização da prática médica, a atuação em defesa da saúde da população, da medicina, do exercício profissional ético e de uma boa formação técnica e humanista.

A votação para o representante da Bahia no CFM foi mista, sendo aceito votos por correspondência (cédula enviada para endereço de cada médico), recebidos até o dia 26/08, e voto presencial nas urnas disponibilizadas na sede das entidades médicas nos dias 25 e 26/08.

 
Fonte: Ascom/Cremeb

 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.