Novo surto de covid-19 em mercado de Pequim acende alerta na China

Novo surto de covid-19 em mercado de Pequim acende alerta na China

Após  quase dois meses sem casos de Covid, surgiu um novo surto na China.  Na madrugada de sábado, depois de verificar que 46 pessoas que haviam visitado o mercado de Xinfadi, no distrito de Fengtai, testaram positivo para o novo coronavírus, apesar de não apresentarem sintomas, decidiu-se pelo fechamento do centro de distribuição.

O centro de distribuição por atacado de Xinfadi fornece 90% dos legumes e frutas frescos que Pequim consome e distribui para a maioria dos mercados menores da cidade. O Alerta foi dado  para todo país.

As autoridades isolaram em quarentena 11 comunidades habitacionais próximas ao centro de distribuição de alimentos e, de acordo com a imprensa local, os produtos provenientes do mercado, como legumes, frutas, camarões, entre outros, foram deixados sem coleta devido à necessidade de inspecioná-los para ver se eles tinham vestígios do vírus.

Após a realização dos primeiros 517 testes, surgiram os 46 casos assintomáticos, com o temor de que sejam muitos mais quando todos que trabalhem no mercado sejam testados, assim como os visitantes que estiveram no local nas últimas semanas.

O surto de coronavírus em Wuhan, no final do ano passado, que deu origem à pandemia global, aparentemente surgiu de um mercado de frutos do mar, do qual se espalhou rapidamente por toda a cidade, com 11 milhões de habitantes.

Embora existam outros mercados menores, o fechamento do maior mercado do país, cria problemas de abastecimento de frutas e verduras.

As primeiras inspeções realizadas detectaram o vírus em uma tábua de pescar usada por um fornecedor de salmão importado, explicou o chefe do mercado, Zhang Yuxi.

 

Foto:  Adrian Bradshae /EFE-EPA

 

Colabore com o Saúde no ar para continuarmos com o nosso propósito, saiba como. 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *