Mounjaro: Anvisa aprova novo remédio para diabetes

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso da tirzepatida (nome comercial Mounjaro) para o tratamento do diabetes tipo 2.

A medicação injetável de uso semanal possui efeito no controle da glicemia e do peso corporal. O remédio, desenvolvido pela farmacêutica Eli Lilly, simula a ação de dois hormônios naturalmente produzidos pelo organismo, o GLP-1 e o GIP. Essa atuação estimula a liberação de insulina pelo pâncreas, desacelera o esvaziamento do estômago e eleva a sensação de saciedade. Assim, contribuindo para o equilíbrio dos níveis de açúcar no sangue e a perda de peso – fator que também favorece o controle do diabetes.

Em estudos, mais da metade dos participantes alcançou índices considerados normais de hemoglobina glicada, exame que dá uma média do comportamento da glicemia nos últimos três meses. Além disso, os pacientes perderam, em média, 12,4 kg, o dobro do que foi obtido pelas pessoas que usaram a semaglutida, fármaco com o qual a tirzepatida foi comparada.

A aprovação da Anvisa, ocorre após conjunto de dez estudos envolvendo, ao todo, mais de 19 mil pessoas com diabetes tipo 2 pelo mundo, inclusive no Brasil. Por aqui, 1 500 voluntários participaram da pesquisa, que englobou mais de 50 investigadores e 65 centros médicos.

O Mounjaro, te, aprovação para uso nos Estados Unidos e na Europa para diabetes. Após a liberação da Agência, o Mounjaro será precificado pelo governo. Contudo, ainda não possui data exata para o início da comercialização nas farmácias.

 

 

Campanha Vidas Importam

O jornalismo independente e imparcial com informações contextualizadas tem um lugar importante na construção de uma sociedade , saudável, próspera e sustentável. Ajude-nos na missão de difundir informações baseadas em evidências.Apoie e compartilhe