Mortes por Covid no Brasil podiam ter sido evitadas com medidas básicas, dizem Médicos Sem Fronteiras

Mortes por Covid no Brasil podiam ter sido evitadas com medidas básicas, dizem Médicos Sem Fronteiras
De acordo com profissionais do Médicos sem Fronteiras; era possível evitar grande parte das 400 mil mortes por Covid-19 no Brasil caso o país tivesse adotado medidas básicas de prevenção.

Segundo o médico Christos Christou, presidente internacional dos Médicos Sem Fronteiras (MSF);  entidade que está auxiliando no combate à Covid-19 em 90 países, entre eles o Brasil, o grande volume de óbitos poderia ter sido evigados..

Além disso, Christou após passar cinco dias no Brasil, acompanhando o trabalho dos MSF em unidades de saúde em Rondônia e conversando com médicos e pacientes; disse que “Muitas mortes e sofrimento podiam ter sido evitados no Brasil. Bastava fazer o básico, adotar as medidas que funcionaram em muitos lugares.”

Segundo ele, o Brasil é o único país onde a população ainda usa de forma maciça remédios sem comprovação científica como hidroxicloroquina e ivermectina. De acordo com o profissional médicos que receitam esses remédios fazem mais mal do que bem a essas pessoas.

De acordo com dados divulgados pelo Ministério da Saúde, o país regista 408.622 óbitos.  Nas últimas 24 horas, houve 983 novas mortes em função da covid-19. Desse modo, o total de pessoas infectadas chegou a 14.779.529.

 

Campanha Vidas Importam 

Veja também:  Ex-diretor da Anvisa alerta sobre variante Índiana “Se chegar, teremos uma onda braba”

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *