Sem citar laboratórios, Ministério da Saúde indica que vacina da Pfizer não está no perfil desejado para o Brasil

Sem citar laboratórios, Ministério da Saúde indica que vacina da Pfizer não está no perfil desejado para o Brasil

 

De acordo com informe do Ministério da Saúde; as vacinas contra a Covid-19 que estarão incluídas no Plano Nacional de Imunização devem “fundamentalmente” garantir armazenamento em temperaturas de 2º C a 8º C.

Dessa forma, segundo o anúncio, significa que dificilmente a vacina desenvolvida pela americana Pfizer poderá ter aplicação no Brasil; já que exige condições especiais de armazenamento, com temperaturas de -70º C. No inicio da semana a Pfizer solicitou às autoridades de regulação da Europa autorização para uso emergencial de sua vacina. Além disso, o pedido já havia para o imunizante  em território americano.

De acordo com publicações anteriores da farmacêutica, o seu imunizante possui 95% eficácia contra o novo coronavírus. Por outro lado, em entrevista  secretário de Vigilância em Saúde do ministério; Arnaldo Medeiros afirmou ser desejável que a vacina seja aplicada em uma única dose; bem como seja “fundamentalmente” termoestável por longos períodos, em temperaturas de 2º C a 8º C. Contudo; o representante não citou nenhuma vacina ou laboratório.

“O que nós queremos de uma vacina? Qual o perfil de uma vacina desejada? Claro, que ela confira proteção contra a doença grave e moderada, que ela tenha elevada eficácia, que ela tenha segurança, que ela seja capaz de fazer uma indução da memória imunológica, que ela tenha possibilidade de uso em diversas faixas etárias, e em grupos populacionais”

 

Campanha Vidas Importam 

Veja também: No dia mundial de luta contra a AIDS; entidades de saúde alertam que mesmo com a pandemia é preciso procurar atendimento

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *