Impacto de medidas restritivas começaram a ser sentidos

Impacto de medidas restritivas começaram a ser sentidos

De acordo com o prefeito Bruno Reis, Salvador e região metropolitana começaram a apresentar consequências das restrições mais rígidas durante as ultimas semanas. Além disso, o prefeito reforçou a necessidade de ter paciência para os resultados durante toda a semana.

Segundo Bruno, a pressão no sistema de saúde na cidade ainda é grande, mas os índices podem começar a cair ao decorrer dos dias.

“Estamos sobrevivendo graças aos leitos que nós estamos abrindo e isso aliviou o sistema de Saúde. Não é só no sistema público, na rede particular também o caso é sério. Todos os hospitais particulares estão com 95% de seus leitos de UTIs ocupados. E todos estão com pacientes esperando vagas. Esperamos que nesta semana esses números sofram queda”, disse.

Além disso, o prefeito reforçou o pedido pelo cumprimento das medidas de isolamento social e especificou algumas das próximas ações que serão tomadas para frear o iminente colapso do sistema de saúde da capital.

“Nesta semana vamos abrir o hospital de campanha de Itapuã, já finalizamos a contratação da organização social, ela vai treinar a equipe e vai começar a operar já na próxima sexta-feira, 12. O fato é que, em breve, vamos chegar ao limite. Temos limite de pessoal, de respiradores, esse limite de abrir leitos vai chegar e só o isolamento social vai diminuir a taxa de contaminação”.

De acordo com dados divulgados pela Secretária de Saúde do Estado (Sesab); nas ultimas 24 horas houve registro de 3.105 casos de Covid-19. Contudo, dos 714.005 casos confirmados desde o início da pandemia, 680.532 já estão recuperados; bem como 20.943 encontram-se ativos e 12.530 tiveram óbito confirmado.

 

 

 

 

 

Campanha Vidas Importam 

Veja também: Fiocruz divulga série histórica da situação de ocupação de leitos de UTI Covid-19 no SUS

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *