EUA aprova uso emergencial da vacina da Johnson & Johnson

EUA aprova uso emergencial da vacina da Johnson & Johnson

O primeiro imunizante contra a covi-19 aplicado em dose use, recebeu aprovação de uso emergencial pelos Estados Unidos, no sábado, 27. O imunizante da empresa Johnson & Johnson, produzida pela Janssen-Cilag, é seguro e efetivo, além de ser considerada flexível. Além disso a vacina não precisa de armazenamento especial.

Os Estados Unidos Registra mais de 28,4 milhões de casos confirmados de Covid-19; o número de óbitos chegou a quase 511.000 desde o início da pandemia; contudo, a a demanda por vacinas ainda exceda a oferta, essas vacinas podem não chegar em breve.

Dessa forma, o imunizante pode ter aplicação em pessoas maiores de 18 anos. De acordo com a agência reguladora dos EUA, globalmente, a eficácia do imunizante para casos graves e críticos chega a 66,1%. Por outro lado, nos EUA a vacina pode ter 72% eficaz e oferece 86% de proteção contra as formas graves da doença.

“Uma dose vai mantê-lo longe do hospital, mantê-lo longe da unidade de terapia intensiva e mantê-lo longe do necrotério”, disse o Dr. Paul Offit, assessor de vacinas da agência reguladora dos EUA.

Além disso, com poucos efeitos colaterais. Os imunizados podem apresentar dor no local da injeção, dor de cabeça; bem como fadiga e dores musculares.

 

 

Campanha Vidas Importam 

Veja também: Estudo revela que reversão dos polos magnéticos pode ser catastrófica

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *