Economia: Mercado financeiro prevê queda da economia em 5,31%

Economia: Mercado financeiro prevê queda da economia em 5,31%

De acordo com previsão do mercado financeiro, a economia brasileira deste ano foi ajustada de 5,28% para 5,31%. A estimativa de recuo do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – está no boletim Focus, publicação divulgada todas as semanas pelo Banco Central (BC), com a projeção para os principais indicadores econômicos.

Como resultado, para o próximo ano a expectativa é de crescimento de 3,50%, a mesma previsão há 15 semanas consecutivas. Em 2022 e 2023, o mercado financeiro continua a projetar expansão de 2,50% do PIB.

Contudo, para 2021, a estimativa de inflação permanece em 3%. Além disso, a previsão para 2022 e 2023 também não teve alteração: 3,50% e 3,25%, respectivamente.

A projeção para 2020 está abaixo do piso da meta de inflação que deve ser perseguida pelo BC. A meta, definida pelo Conselho Monetário Nacional, é de 4% em 2020, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo. Ou seja, o limite inferior é 2,5% e o superior, 5,5%.

Para o mercado financeiro, a expectativa é que a Selic encerre 2020 em 2% ao ano. Em  2021, a expectativa é que a taxa básica chegue a 2,88% ao ano. Para o fim de 2022, a previsão é 4,5% ao ano e para o final de 2023, 5,75% ao ano.

#Campanha Vidas Importam

Veja também: Ibope: 72% dos brasileiros acreditam que retornos das aulas presenciais só deve ocorrer depois da vacina

Setembro Amarelo: ABP treina profissionais para identificar e tratar tendências suicidas

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *