Descoberto mistério da doença do sono em Kalachi

Descoberto mistério da doença do sono em Kalachi

minadeuranioO mistério do sono em Kalachi, vilarejo do Cazaquistão, durou três anos e foi finalmente resolvido. A causa do mistério se chama “altos índices de monóxido de carbono” .  Acontece que o vilarejo fica em cima de uma mina de urânio da época em que o país ainda fazia parte da União Soviética . Desde 2012 , a mina abandonada tem “bombardeado” altos índices de monóxido de carbono para a superfície e contaminando a região.

Por conta do bombardeio, diversos moradores contraíram uma “doença” com sintomas incomuns. A pessoa contaminada dormia por seis dias seguidos e, ao acordar, era vítima de alucinações bizarras e intenso desejo sexual.

Cacula-se que a “doença”, que também apresentava sintomas como dor de cabeça e perda de memória, afetou cerca de 160 pessoas desde 2012, sendo que as crianças foram as que mais sofreram com as alucinações. Uma menina chegou a ver sua mãe com uma tromba de elefante e um garoto acreditou que tinha lâmpadas e cavalos girando ao redor de sua cabeça.

“Nossos pesquisadores confirmaram que o monóxido de carbono é o culpado pela ‘epidemia de sono’ em Kalachi. Quando os níveis de monóxido subiram na mina desativada, os níveis de oxigênio baixaram drasticamente na aldeia”, afirma , vice-presidente do Cazaquistão.

Com a descoberta, o vilarejo e a cidade vizinha Krasnogorsk serão evacuados para que nenhuma pessoa volte a ser vítima da contaminação. A região inteira ficará vazia e os moradores receberão ajuda de custo do governo local para que comecem novamente suas vidas em outro local, mais apropriado para a presença humana.

Fonte: Daily Mail e sites
A.V.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *