Com queda de doações estoque o Hemoba está em nível crítico

Com queda de doações estoque o Hemoba está em nível crítico

No período da pandemia da Covid-19, a Fundação Hemoba registrou queda no número de doadores de sangue em todas as unidades de coleta da Bahia. Antes das medidas de distanciamento social, as 24 unidades da Hemoba chegavam a receber cerca de 12 mil candidatos à doação por mês, resultando em uma média de 10 mil bolsas de sangue coletadas. Atualmente, o número de candidatos mensal caiu para 10 mil e o de bolsas coletadas para sete mil. Por este motivo, o estoque está em nível crítico para praticamente todos os tipos sanguíneos.

Segundo Fernando Araújo, diretor geral do hemocentro, mesmo diante da redução no número de doadores, a Bahia está vivendo um momento de demandas transfusionais crescente. “A rede pública está realizando mais procedimentos, tratamentos oncológicos, transplantes e cirurgias em geral, além disso, alguns pacientes com complicações causadas pelo coronavírus também necessitam de transfusão, o que exige a presença de doadores regulares nas nossas unidades”.

Para continuar recebendo doações dos voluntários, o Hemoba criou medidas para facilitar as doações, como: doação  com hora marcada. Os agendamentos podem ser feitos pelo site www.hemoba.ba.gov.br, e-mail [email protected] ou pelo telefone (71) 3116-5643. Outra estratégia para facilitar a participação dos doadores durante o período de isolamento social é a coleta de sangue nos condomínios. Os condomínios interessados em participar do projeto ‘Hemoba em Casa’ devem ter um salão de festas amplo e cerca de 500 moradores cadastrados para a doação. Para receber a visita técnica da equipe do hemocentro, é necessário realizar a inscrição através do e-mail [email protected] e telefone (71) 3116-5603.

Veja qual medidas necessárias para doação, no site da instituição Hemoba

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *