Cinomose:tem cura, mas pode ser fatal

Cinomose:tem cura, mas pode ser fatal

cao-doente-606x404Cerca de 44 % dos lares brasileiros têm ao menos um cachorro como  “bichinho” de estimação, segundo à Pesquisa Nacional de Saúde (PNS 2013) feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), são quase 53 milhões de animais domésticos.

Com um índice tão alto de cães nos lares e nas ruas é necessário que se tenha controle de doenças que atacam esse grupol.Quando alguém decide criar um pet de estimação tem que assumir a responsabilidade de cuidar e ficar alerta à saúde.

A cinomose é uma doença grave  que pode levar o animal à morte. Ela é uma virose que atinge os cães, principalmente no primeiro ano de vida. O vírus é bastante resistente, sobrevive por muito tempo em locais secos e frios e por até um mês em locais quentes e úmidos.

Uma vez no animal, ele pode atingir vários órgãos e atuar em todo o organismo. A transmissão da doença pode acontecer de forma direta, pelo contato por secreções de cachorros já infectados, ou de forma indireta, através das vias respiratórias pelo ar contaminado ou através do contato com algum objeto que possui o vírus alojado.

O assunto Cinomose:tem cura, mas pode ser fatal,  foi tema do programa Saúde no Ar, desta quinta-feira (03). Patrícia Tosta conversou com a médica veterinária, Ana Carla Sampaio Lima.

 WhatsApp Image 2018-05-03 at 09.13.13

Ouça a entrevista na íntegra ou assista o vídeo no Facebook

O Programa Saúde no Ar é transmitido pela Excelsior AM 840 e rádio on line Saúde no Ar, participação pelo watss App 71 99681-3998 ou  3328-7666.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *