China concede primeira patente de vacina contra Covid-19

China concede primeira patente de vacina contra Covid-19

De acordo com o jornal “Diário do Povo”, o governo da China concedeu a primeira patente de vacina para a Covid-19 do país à farmacêutica CanSino. Ainda segundo a publicação, os documentos da Administração Nacional de Propriedade Intelectual da China afirmam que a patente foi concedida no dia 11 de agosto.

Com a patente garantida a empresa tem propriedade sobre a vacina. Ou seja, o direito de vender as doses. De acordo com o resumo da patente, a vacina apresenta boa imunização em testes com camundongos e pode ser produzida rapidamente em grande escala.

O médico virologista Maurício Lacerda Nogueira, esclarece que a concessão da patente é um trâmite burocrático. Com ela, se algum outro laboratório tentar produzir a vacina, ele vai “esbarrar” nesse obstáculo. Do mesmo modo, é possível que outras farmacêuticas, como a Sinovac , também já tenham entrado com seus pedidos.

O imunizante é uma das principais candidatas chinesas na busca de uma vacina para a doença causada pelo novo coronavírus. No mês passado, a empresa anunciou que pretendia lançar estudos de fase 3 da imunização no Brasil, na Rússia, no Chile e na Arábia Saudita.

O imunizante se tornou o primeira na China a passar para testes em humanos, porem outras concorrentes, incluindo as desenvolvidas pela Sinovac e pela Sinopharm, acabaram sendo aprovadas primeiro para testes de fase 3. Nesta etapa, os testes são feitos para determinar, em maior escala (normalmente, com milhares de voluntários), a eficácia de uma vacina contra uma doença.

#Campanha Vidas Importam

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *