Chikungunya chega a Riachão do Jacuípe

Chikungunya chega a Riachão do Jacuípe

Depois de feira de Santana, o município de Riachão do Jacuípe, no centro norte baiano, também registrou casos de febre chikungunya. Segundo a Vigilância Epidemiológica da cidade, já são sete casos, com outras 120 suspeitas da febre caracterizada por febre e dores musculares e nas articulações.

Como o município está localizado na microrregião de Feira, existe a possibilidade de a doença ter sido trazida da segunda maior cidade do estado.

Em Riachão do Jacuípe todos os casos confirmados ocorreram no bairro do Alto do Cemitério.

Para controlar a chinkungunya, a secretaria de saúde local trabalha com bloqueios, fumacê e visitas locais de agentes de endemias – ao todo 35 profissionais estão à disposição do município.

Casos em Feira

A Secretaria Municipal de Saúde de Feira de Santana (SMS), através da Vigilância Epidemiológica, notificou 762 casos suspeitos da febre chikungunya, entre os dias 6 de julho a 4 de outubro. Destes, 19 foram confirmados em laboratório e 137 por critério clínico. Outros 21 foram descartados e 585 continuam em investigação.

 

Os 156 casos confirmados de chikungunya não relatam viagem a países com transmissão da doença. Não há registros mortes até o momento. 

O jornalismo independente e imparcial com informações contextualizadas tem um lugar importante na construção de uma sociedade , saudável, próspera e sustentável. Ajude-nos na missão de difundir informações baseadas em evidências. Apoie e compartilhe

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.