Centro de Operações de Emergência em Saúde na Bahia recomenda internação precoce

Centro de Operações de Emergência em Saúde na Bahia recomenda internação precoce

Com o grande numero de novos casos diariamente na Bahia, o Centro de Operações de Emergência em Saúde da Bahia (Coes) recomendou, nesta segunda-feira (06/07), que os pacientes suspeitos ou confirmados de coronavírus (Covid-19) tenham internação precoce. A medida, assinada pelo secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, visa prevenir o agravamento de quadros clínicos, especialmente em relação aos casos com comorbidades associadas.

De acordo com o secretário, pessoas consideradas de risco elevado para evolução desfavorável estão sendo internadas tardiamente, terminando por ir direto para UTI . Foram registradas nas ultimas 24 horas, na Bahia, 1.231 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +1,4%), 61 óbitos (+2,9%) e 1.130 curados (+1,9%). Dos 88.279 casos confirmados desde o início da pandemia, 59.779 já são considerados curados, 26.332 encontram-se ativos e 2.168 tiveram óbito confirmado. 9.983 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 2.293 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.485 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 65%. No que se refere aos leitos de UTI adulto, dos 882 leitos exclusivos para o coronavírus, 715 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 81%.

No Brasil e no Mundo

Á Índia, que na ultima segunda-feira (06/07), se tornou o terceiro país com mais casos de covid-19 no mundo, chegou aos 719.665 casos da doença, com 20.160 mortos. O Brasil, já registra 1.603.055 casos do novo coronavírus com 64.867 óbitos. Os Estados Unidos ainda registra o maior número de casos confirmados e mortes pela doença, são 2.877.238 casos e 129.643 óbitos. Nos 216 países com registro do vírus jã são 11.468.979 casos e 535.181 vitimas da doença.

 

Veja também: Índia se torna terceiro país com mais casos de Covid-19 no mundo

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *