Centro de Operações de Emergência contra a dengue inicia atividades

Iniciou no último sábado (3), as atividades do Centro de Operações de Emergência contra a dengue e outras arboviroses. O Ministério da Saúde, apresentou a estrutura, que funciona como um ponto focal nacional para coleta e análise de dados, produção de relatórios e divulgação de informações por meio de boletins e informes epidemiológicos. O COE Dengue foi anunciado na última quinta-feira (1º), durante a Comissão Intergestores Tripartite (CIT).

O COE Dengue é composto por membros de todas as secretarias do Ministério da Saúde, sendo 10 deles da Secretaria de Vigilância em Saúde e Ambiente (SVSA). Cabe ao grupo, entre outras atribuições, planejar e orientar as medidas a serem empregadas para o enfrentamento da doença e encaminhar à ministra da Saúde, Nísia Trindade, relatórios técnicos sobre a situação epidemiológica e ações de resposta.

Dessa forma, o COE funciona como uma estrutura organizacional para gestão de emergências em saúde pública e opera como uma unidade coordenadora que facilita e agiliza a tomada de decisões para ação e comunicação. Reuniões diárias são realizadas com o objetivo de monitorar a situação epidemiológica e as ações de resposta à emergência em curso.

De acordo com o painel de casos de arboviroses, até o último sábado, o Brasil havia registrado 262.247 casos prováveis de dengue, 52.660 casos na semana epidemiológica 1 (31/12 a 6/1), 64.881 na semana 2 (7 a 13/1), 85.094 casos prováveis de dengue na semana 3 (14 a 20/1) e 59.612 casos na semana epidemiológica 4 (21 a 27/4). 

O jornalismo independente e imparcial com informações contextualizadas tem um lugar importante na construção de uma sociedade , saudável, próspera e sustentável. Ajude-nos na missão de difundir informações baseadas em evidências.Apoie e compartilhe