Bahia registra 2.864 novos casos de covid-19 em 24 horas

Bahia registra 2.864 novos casos de covid-19 em 24 horas

Segundo ultimo boletim da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), a Bahia, registrou nas últimas 24 horas 2.864 novos casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +3,7% ), 45 óbitos (+2,4%) e 2.410 curados (+4,7). Dos 79.349 casos confirmados desde o início da pandemia, 53.334 já são considerados curados, 24.068 encontram-se ativos e 1.947 óbito. Segundo Sesab, são 9.236 profissionais da saúde foram confirmados com Covid-19. Veja boletim completo, clique aqui.

Covid-19 na Bahia, Secretaria de Saúde do Estado da Bahia

As confirmações ocorreram em 388 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (46,09%). O boletim epidemiológico contabiliza 79.349 casos confirmados, 171.924 casos descartados e 80.085 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas de quinta-feira (02/07).

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 2.254 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.476 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 65%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 906 leitos exclusivos para o coronavírus, 715 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 79%.

Dados no Brasil e no Mundo

Segundo dados da organização Mundial de Saúde (OMS), o mundo já possui 10.719.946 registros de coronavírus, com 517.337 mortes. No Brasil, são 1.448.753 casos confirmados da doença, nas ultimas 24horas foram registrados mais de 46 mil casos novos no país. Segundo a OMS, são 60.632 óbitos.

Fonte: OMS e Sesab

Veja também: Uruguai é exemplo no combate ao coronavírus

O fracasso no combate ao novo coronavírus

Remédio para pacientes de Covid-19 pode custar mais de 16 mil

Antecipar relaxamento de medidas pode causar nova onda de coronavírus

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *