Ansiedade ao seu favor

Ansiedade ao seu favor

Foto: Divulgação

WhatsApp-Image-20160629Precisamos compreender que ansiedade não é doença. É normal sentirmos um pouco de ansiedade, entretanto, existe uma grande diferença entre ansiedade e superansiedade. A ansiedade torna-se ruim quando prolongada, quando foge de seu controle e se torna irracional, interferindo em seus relacionamentos e na sua saúde. De acordo com os estudiosos nos assuntos sobre ansiedade e estresse, não há mal em ter um pouco de ansiedade.

Exemplos como antes de uma entrevista de emprego e antes de uma apresentação em público, a respiração acelera, o coração bate mais forte, as mãos começam a suar, são sinais fisiológicos da ansiedade. Quando isso começa a fugir do controle, é preciso avaliar a maneira como está interpretando os desafios de seu dia a dia para que a ansiedade não se transforme em algo patológico.

Segundo a Associação Brasileira de Psiquiatria, o excesso de ansiedade está entre as principais causas de afastamento do trabalho. Quando ficamos ansiosos o organismo libera cortisol, que em doses moderadas é uma coisa boa, porém quando a ansiedade se repete demasiadamente, o cortisol aumenta e isso pode prejudicar o sistema imunológico, acelerando a morte de células.

Quando você está prestes a alcançar um objetivo importante, uma grande conquista, a ansiedade vai começar a tomar conta de seu corpo e isso é um bom sinal, pois é consequência de sua motivação. A ansiedade é um sentimento de futuro, ninguém sente ansiedade por algo que já aconteceu. Viver demasiadamente a ansiedade é estar preso ao medo do futuro.

Ansiedade ao seu favor foi o tema da entrevista com o Psicólogo, Igor Vila Nova, ao programa Saúde no Ar na Rádio Excelsior Am 840 ou no Portal Saúde no Ar. Ouça abaixo!

 

Redação Saúde no Ar*

Ana Paula Nobre

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.