Sujeira em hospitais mata mais de 900.000 recém-nascidos ao ano, aponta relatório da OMS e Unicef

Sujeira em hospitais mata mais de 900.000 recém-nascidos ao ano, aponta relatório da OMS e Unicef

Segundo relatórios publicados conjuntamente nesta quarta-feira (3) pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). Mais de 900.000 recém-nascidos morrem a cada ano por causas vinculadas às más condições higiênicas dos hospitais e centros médicos.

Os relatórios destacam que uma de cada quatro instalações médicas não tem água corrente ou sofre com acesso limitado a ela, o que afeta o atendimento de dois bilhões de pessoas.

20% dos centros estudados( 1 em cada 5) carece de banheiros adequados  e isso afeta 1,6 bilhões de pessoas.

“Cada nascimento deveria estar em mãos seguras, lavadas com água e sabão, usando equipamento esterilizado e em um entorno limpo”, destacou em comunicado a diretora-executiva do Unicef, Henrietta Fore.

17 milhões de mulheres nos países menos desenvolvidos dão a luz a cada ano em instalações sem as condições higiênicas e sanitárias adequadas.

 

Fonte: OMS – UNICEF

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *