Seminário amplia debate sobre inclusão sociocultural

Seminário amplia debate sobre inclusão sociocultural

Para celebrar o Dia Nacional de Luta Pela Pessoa com Deficiência, as Bibliotecas Públicas realizam diversas atividades sobre a temática, no dia 26/09, quinta-feira às 9h acontece na Biblioteca Central do Estado da Bahia O III Seminário Leitura Para Todos: O Despertar da Inclusão no Ambiente Sociocultural.

O evento, nas palavras da diretora da BCEB, Naiara Malta, tem como objetivo “disseminar e fomentar uma leitura mais inclusiva de forma que pessoas com deficiência se aproximem deste universo e demais linguagens de maneira acessível”. O diretor da Fundação Pedro Calmon (FPC/SecultBa), Zulu Araújo, participará junto aos outros nomes da Mesa de Abertura, como a diretora do Espaço Xisto Bahia, Ninfa Cunha; a dirigente da Diretoria de Bibliotecas Públicas (DIBIP), Carmen Azevedo; e representantes de instituições parceiras da FPC na concepção do Projeto Leituras Acessíveis.

“O papel da biblioteca é fortalecer a luta pela inclusão de pessoas com deficiência nos espaços culturais, através da realização de atividades que promovem a discussão sobre as dificuldades de acesso à leitura e à informação, bem como as possibilidades de inclusão através das linguagens artísticas e da capacitação de profissionais que atuam na área e da comunidade”, finaliza Naiara.

Durante o evento, acontecem diversas atividades já inseridas na programação anual da biblioteca, como contações de histórias e jogos acessíveis, exposições, mesa redonda, bate-papo, apresentações de dança, sessões de massoterapia, oficinas, apresentação musical dentre outras.

Confira programação completa:

9h – Abertura do II Seminário Leitura para Todos

9h30 – A Atuação da Pessoa com Deficiência na Promoção da Cultura: Ednilson Sacramento da Associação para inclusão à Comunicação, Cultura e Arte (ARCCA); Antônio Marques, Coordenador do Centro de Artes da APAE; Joseane Borges da Associação de Pais e Amigos e Deficientes Auditivos do Estado da Bahia (APADA); River Carvalho de Azevedo coordenador do Centro de Apoio Pedagógico ao Deficiente Visual (CAP). Mediação: Cristina Gonçalves da Associação Baiana para Cultura e Inclusão (ABACI).

10h30 – Bate Papo: A importância do GT de leituras Inclusivas e a mobilização no processo de inclusão da pessoa com deficiência: Angelita Garcia (Diretora da Fundação Dorina Nowill); Ednilson Sacramento (ARCCA); Marcos Viana (Diretoria de Bibliotecas/ GESB);

11h30 – Apresentação de Dança: Ninfa Cunha (Coordenadora do Espaço Xisto);

14h às 17h – Projeto massagem às Cegas – Sessões de massoterapia desenvolvidas por cegos, da Associação de Cegos da Bahia;

18h – Apresentação Musical: Banda Opaxorô – Projeto artístico desenvolvido na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE Salvador; Batucaixa – Grupo de Percussão do CAP;

SETOR INFANTIL

9h – Contação de Histórias Acessíveis (com tradução em LIBRAS);

11h – Mediação de Jogos Acessíveis (baralho, dama, xadrez);

14h – Contação de Histórias Acessíveis (com tradução em LIBRAS);

16h – Mediação de Jogos Acessíveis (baralho, dama, xadrez);

ATIVIDADES DE CAPACITAÇÃO

14h às 16h – Oficina de Áudio Descrição – descrição das informações compreendidas visualmente e não contidas nos diálogos, como expressões faciais e corporais. Descrição do ambiente, figurinos, além de efeitos especiais, créditos, títulos e demais informações escrita na tela. Facilitador: Daiane Sousa de Pina Silva;

16h às 18h – Oficina de Desenho Universal – Capacitação os participantes com o objetivo promover o conhecimento acerca da eliminação de barreiras físicas e adaptação de espaços, por meio da aplicação dos conceitos do Desenho Universal e da Lei 13.146/2015 e da ABNT NBR 9050/2015. Facilitador: Mila Peixoto;

14h às 16h – Oficina de LIBRAS – A oficina tem como objetivo principal atrair pessoas iniciantes interessadas em utilizar a LIBRAS para se comunicar com pessoas surdas e abordando também princípios básicos da comunicação em LIBRAS. Facilitador: Andressa Meneses;

16h às 18h – Oficina de Elaboração de Livro Sensorial – Aborda a importância no livro sensorial no incentivo à leitura de crianças cegas. Facilitador: Rosane Gouveia Sena.

A Biblioteca Central do Estado da Bahia (BCEB), localizada nos Barris, oferece orientação às pessoas com deficiência visual, seminários, palestras, visitas guiadas e técnicas, exposições, orientação à pesquisa, espetáculos musicais, saraus e recitais. Com 208 anos de existência, é a biblioteca mais antiga da América Latina e primeira pública do Brasil. Atualmente conta com um acervo de 600 mil exemplares, distribuídos por setores como Braille, Infantil, Pesquisa/Referência, Obras Raras e Valiosas, Documentação Baiana, Artes e Audiovisual. A biblioteca funciona de segunda a sexta das 8h30 às 19h e aos sábados das 8h30 às 13h.

Serviço:

O quê: III Seminário Leitura Para Todos: O Despertar da Inclusão no Ambiente Sociocultural.

Quando: Quinta-feira (26), das 9h às 18h.

Onde: Biblioteca Central do Estado da Bahia (BCEB/Barris).

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *